Francisco incentivou brasileiros a procurarem a padroeira nos seus corações

Foto: CNBB

Cidade do Vaticano, 12 out 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco enviou uma mensagem ao povo brasileiro a quem pediu que procurem “Nossa Senhora Aparecida em seus corações”, por ocasião da festa padroeira do Brasil celebrada hoje.

“Que cada um de vocês a encontre no seu coração, assim como os pescadores a encontraram no rio”, desejou o Papa, na mensagem que começou com uma “cordial saudação” ao povo do Brasil, que celebra hoje a festa da sua padroeira.

Francisco incentivou os brasileiros a procurarem Nossa Senhora Aparecida “nas águas de seus corações”, como uma “mãe”.

“Que Ela nos acompanhe. Rezem por mim”, acrescentou.

A mensagem-vídeo do Papa Francisco foi gravada com o bispo brasileiro de Imperatriz (MA), D. Vilsom Basso, e Lucas Galhardo, da Pastoral Juvenil da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, numa pausa dos trabalhos do Sínodo dos Bispos que está a decorrer, até dia 28 deste mês, no Vaticano.

Em 2017, foram comemorados os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, nas águas do Rio Paraíba do Sul, por três pescadores, que no porto de Itaguaçu viram nas suas redes o corpo de uma estátua partida, na altura do pescoço e, num segundo momento, a cabeça: juntando as duas partes, viu-se que se tratava da Senhora da Conceição.

Por assim ter aparecido, o povo chamou-a de ‘Aparecida’, nome consagrado pela devoção popular, que a levou a ser proclamada rainha (1904) e padroeira do Brasil (1930), sendo o santuário declarado de âmbito nacional (1984).

O Papa Francisco visitou o santuário em 2013, numa viagem ao Brasil pela Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, o Papa emérito Bento XVI em 2007, e João Paulo II esteve em Aparecida, no Vale do Paraíba, no eixo Rio de Janeiro – São Paulo – Minas Gerais, em 1980.

A 12 de maio de 2015 foi entronizada uma imagem de Nossa Senhora Aparecida numa das entradas principais do Santuário de Fátima, em sinal da “união” entre Portugal e Brasil; o santuário de Vila Viçosa, na Arquidiocese de Évora, também tem uma réplica da imagem foi oferecida em 1974.

CB/OC

 

Partilhar:
Share