Francisco inaugurou Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana

Cidade do Vaticano, 21 mai 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco inaugurou hoje no Vaticano a 71ª da Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana (CEI), pedindo aos bispos católicos que exista rigor nas contas e alertando para a “hemorragia” de vocações.

A intervenção decorreu na Sala Nova do Sínodo, perante dezenas de prelados que estão reunidos até quinta-feira.

Francisco apresentou a Igreja como “mãe” e disse que a “crise das vocações”, uma “hemorragia de vocações”, coloca em causa o futuro de muitos seminários e mosteiros.

O Papa apontou como causas para este problema o “relativismo” e a “ditadura do dinheiro” que afastam os jovens, bem como “os escândalos” na Igreja e a “crise demográfica”.

Neste contexto, propôs aos bispos uma partilha “fidei donum” (sacerdotes diocesanos em missão fora do seu território) de padres entre dioceses italianas.

Francisco lamentou a existência de escândalos financeiros em comunidades católicas, pedindo aos membros da CEI regras “claras e comuns”.

“Temos o dever de gerir de forma exemplar”, sustentou.

O Papa deu como exemplo a atitude de um bispo que só convida outros para jantar quando paga “com dinheiro do próprio bolso” e não da diocese.

OC

Partilhar:
Share