Carta pastoral é um dos temas centrais da assembleia plenária da CEP que decorre em Fátima

Foto: D. Manuel Clemente, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa

Lisboa, 12 nov 2018 (Ecclesia) – A Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que começa hoje em Fátima, vai debater um documento sobre “a preparação para o casamento e o acompanhamento das famílias”.

De acordo com uma nota do Secretariado Geral da CEP, enviada à Agência ECCLESIA, a reunião do organismo máximo do episcopado católico vai ter lugar na Casa de Nossa Senhora das Dores, no Santuário de Fátima, até quinta-feira.

Sobre este novo documento dedicado ao matrimónio e às famílias, que está a ser preparado, o secretário da CEP salientou na última assembleia plenária dos bispos portugueses, o empenho da Igreja Católica em “conjugar toda a preparação que já existe para o matrimónio, o acompanhamento, também depois do matrimónio, da celebração, os primeiros anos em particular”.

“Que haja da parte da Igreja uma preocupação e uma ocupação, uma atenção particular a todas as situações”, frisou o padre Manuel Barbosa.

Na ordem dos trabalhos está também prevista a divulgação de uma “nota pastoral sobre os 175 anos do Apostolado de Oração em Portugal” e a abordagem às conclusões do último Sínodo dos Bispos, que decorreu em Roma no mês de outubro, dedicado ao tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’.

Outro assunto em cima da mesa, na Assembleia Plenária da CEP, será a discussão do regulamento geral de proteção de dados, depois da entrada em vigor do novo regulamento da União Europeia;

A sessão de abertura, com discurso de D. Manuel Clemente, cardeal-patriarca de Lisboa e presidente da CEP, está marcada para as 16h00 de hoje.

Depois do encerramento da Assembleia, no dia 15 de novembro, vai decorrer uma conferência de imprensa, pelas 14h30, na qual será apresentado o comunicado final.

A CEP foi formalmente reconhecida a seguir ao Concílio Vaticano II, em 1967, com a ratificação pela Santa Sé dos primeiros Estatutos aprovados na Assembleia Plenária de 16 de maio, revistos posteriormente em 1977, 1984, 1999 e 2005.

O Conselho Permanente reúne-se todos os meses e a Assembleia Plenária, ordinariamente, duas vezes por ano.

JCP

Partilhar:
Share