D. António Luciano Santos Costa vai ser ordenado bispo dia 17 de junho, às 16h00, na Sé da Guarda, e sucede a D. Ilídio Leandro

Foto: Francisco Barbeira/Jornal «A Guarda»

Lisboa, 03 mai 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco nomeou hoje como bispo de Viseu o cónego António Luciano dos Santos Costa, de 66 anos, vigário episcopal para o Clero da Guarda, sucedendo a D. Ilídio Leandro, que renunciou por motivos de saúde.

A informação foi comunicada à Agência ECCLESIA pela Nunciatura Apostólica em Portugal.

A ordenação episcopal está marcada para o dia 17 de junho, às 16h00, na  Sé da Guarda; o início da atividade pastoral como bispo de Viseu acontece a 22 de julho.

O novo bispo português nasceu a 26 de março de 1952, em Corgas, freguesia e paróquia de Sandomil (Seia), Distrito e Diocese da Guarda.

D. António Luciano dos Santos Costa, o mais velho de sete irmãos, trabalhou como enfermeiro nos Hospitais da Universidade de Coimbra; depois de cumprir o serviço militar em Moçambique, retomou funções nos Hospitais da Universidade de Coimbra, completando a formação em Enfermagem.

Entrou no seminário aos 28 anos, iniciando o percurso para a formação sacerdotal no ISET (Coimbra), no ano letivo de 1980/1981, continuando-o no Seminário da Guarda; foi ordenado diácono a 8 de dezembro de 1984 e padre a 29 de junho de 1985, na Catedral da Guarda.

Após a ordenação, estudou Teologia Moral em Roma, na Academia Alfonsiana, concluindo a Licenciatura Canónica com uma dissertação sobre o pensamento e obra de Bernard Haering, ‘Ser Livre em Cristo, Projeto Responsável do Homem’; fez ainda estudos em Bioética, no Centro de Bioética da Faculdade de Medicina, Hospital de Santa Maria (Lisboa).

Na Diocese da Guarda, onde era vigário episcopal para o Clero, tinha as missões de administrador paroquial das paróquias do Vale do Mondego (Pero Soares, Vila Soeiro, Misarela, Faia, Cavadoude Aldeia Viçosa, Vila Cortês do Mondego e Porto da Carne); capelão do Hospital Distrital da Guarda; juiz do Tribunal Eclesiástico, membro do Cabido e do Conselho Presbiteral.

O percurso do novo bispo passou, entre outros encargos, pela equipa formadora do Seminário Maior, a Capelania do Estabelecimento Prisional, a docência de Educação Moral e Religiosa Católica, de Teologia Moral, de Doutrina Social da Igreja, Ética e Bioética e de Deontologia Profissional e Ética.

D. António Luciano Santos Costa acompanhou ainda, na Covilhã, o trabalho pastoral no mundo universitário.

Ordenação Episcopal de D. António Luciano Santos Costa está marcada  para o dia 17 de junho, às 16h00, na Sé da Guarda.

A Diocese de Viseu tem uma população de mais de 260 mil pessoas, com uma percentagem superior a 90% de católicos; o território de 3400 quilómetros quadrados tem 208 paróquias, servidas por mais de 130 padres diocesanos e cerca de dezena e meia de sacerdotes de institutos religiosos.

OC

Partilhar:
Share