Coimbra, 21 ago 2018 (Ecclesia) – A Cáritas Diocesana de Coimbra informa que “caminha a passos largos” para terminar o seu compromisso para com as populações afetadas pelos incêndios de junho e outubro de 2017, no relatório da sua 61.º semana de ação solidária.

“Os donativos em numerário alocados aos incêndios de junho somam 1.883.995,47€ e os referentes aos incêndios de outubro inscrevem 529.615,72€”, lembra a instituição católica.

No 61.º relatório ação Cáritas – Incêndios 2017, enviado hoje à Agência ECCLESIA informa que esta semana prevê “agilizar todos os procedimentos de organização e entrega” de parte dos eletrodomésticos, para que na próxima semana seja possível avançar com a instalação.

O investimento previsto/registado para este compromisso, ao nível das diferentes empreitadas, especialidades, serviços de arquitetura, aquisição e recheio das habitações “regista 1.612.274,09€ com 1.430.743,45€ pagos”.

Sobre o compromisso assumido em relação ao incêndio de outubro de 2017, a Cáritas Diocesana de Coimbra refere que “continua a aguardar” a informação detalhada dos beneficiários, por parte do Município de Oliveira do Hospital, para “o registo dos 10 tratores já entregues ao município, e ainda a indicação e validação dos restantes nove beneficiários”, para alcançar os 19 equipamentos alocados ao referido concelho.

“O investimento previsto inscreve 526.176,16€ dos quais 514.666,07€ encontram-se liquidados. Os produtos angariados na ação reúnem 58.905 bens e os produtos entregues às famílias e pessoas vítimas dos incêndios montam 29.344 unidades”, desenvolve.

Cáritas Diocese de Coimbra realça que “caminha a passos largos” para concluir o seu “compromisso” com as populações afetadas pelos incêndios de 2017.

Os fogos nos meses de junho e outubro do ano passado custaram a vida a mais de uma centena de pessoas, em Portugal; cerca de duas mil casas foram destruídas ou danificadas, centenas de empresas ou de pequenos negócios afetados, e mais de 440 mil hectares de floresta arderam.

CB

Partilhar:
Share