Francisco evoca 25.º aniversário da morte de D. Tonino Bello

Lisboa, 19 abr 2018 (Ecclesia) – O Papa desloca-se esta sexta-feira às cidades italianas de Alessano e Molfetta, no extremo sudeste do país, para prestar homenagem a D. Tonino Bello, conhecido como “bispo dos pobres”, no 25.º aniversário da sua morte.

D. Vito Angiuli, bispo de Ugento-Santa Maria de Leuca – na região italiana da Apúlia –, evoca a figura do falecido bispo como defensor “de uma Igreja pobre com os pobres, próxima dos homens, inserida na história, desvinculada de apoios, despojada de poder, uma Igreja aberta a todos e capaz de acolher todos”.

Já o reitor do Seminário episcopal de Ugento, padre Beniamino Nuzzo, assinala ao portal ‘Vatican News’ que D. Tonino Bello “aproximou a Igreja das pessoas”.

A visita do Papa começa em Alessano, cidade natal do falecido bispo, onde Francisco vai rezar em privado, no cemitério local, junto ao túmulo de D. Tonino Bello, cumprimentado depois os familiares do bispo.

O primeiro encontro com a população decorre na praça diante do Cemitério, antes da partida para a área portuária adjacente à Catedral de Molfetta, diocese de que D. Tonino Bello foi bispo.

A Missa presidida pelo Papa Francisco vai ser celebrada no Porto de Molfetta, sendo o último momento desta viagem, com uma duração total prevista de seis horas e meia.

OC

Partilhar:
Share