Jornadas analisam produção e distribuição de conteúdos digitais

Lisboa, 16 set 2018 (Ecclesia) – A cofundadora do projeto iMisión considera que a internet “não é uma ferramenta de evangelização”, mas sim um ambiente de “boas práticas” que funcionam porque “têm em conta a natureza relacional da Rede e a vivência do Evangelho”.

Para a irmã Xiskya Valladares, da Nicarágua, é possível identificar a “natureza relacional da rede e a vivência do Evangelho”, nomeadamente no  Twitter, Facebook e Instagram.

A “monja twiteira”, como é conhecida, é uma das oradoras das Jornadas Nacionais de Comunicação Social e das III Jornadas de Comunicação Digital, que vão decorrer em Fátima nos dias 27 e 28, sobre o tema “APPlica-te”.

“A internet não é uma ferramenta de evangelização. É um lugar, um ambiente. Não existem receitas para a evangelização digital, mas sim boas práticas que funcionaram para outros. Essas boas práticas funcionam porque têm em conta a natureza relacional da Rede e a vivência do Evangelho. Nesta conferência veremos algumas delas no Twitter, Facebook e Instagram”, afirma a irmã Xiskya Valladares.

As Jornadas vão contar também com a presença de Juan Della Torre, da “la machi – comunicación para buenas causas”, da Argentina, para indicar as “chaves para fazer uma APP religiosa”.

A decorrer na Domus Carmeli, em Fátima, as Jornadas começam com uma conferência de Nelson Vicente, diretor Digital do Grupo Renascença Multimédia, para apresentar “novas tendências digitais” e as transformações que a internet provocou no trabalho, na comunicação e nos relacionamentos.

O tema “dicas para um Marketing Digital eficaz e ético” vai ser apresentado por Patrícia Dias, professora e investigadora na Universidade Católica, e Inês Teixeira-Botelho, investigadora e consultora.

“Na nossa intervenção, olhamos para duas faces complementares do Marketing Digital: a quantitativa, que nos permite, através de métricas cada vez mais precisas, ajustar a nossa comunicação e ofertas a cada utilizador; e a qualitativa, que procura compreender o comportamento humano para além dos números e estatísticas, e que busca a construção de relações assentes em valores”, afirmam as conferencistas na apresentação do tema.

O programa das Jornadas Nacionais de Comunicação Social e das III Jornadas de Comunicação Digital está divulgado em www.ecclesia.pt/jornadas2018, onde se refere também o perfil curricular dos conferencistas e uma síntese de cada apresentação.

As Jornadas são promovidas e organizadas pelo Secretariado Nacional das Comunicações Sociais e pela Rede Mundial de Oração do Papa.

PR

Partilhar:
Share