Iniciativa vai passar ainda por Paredes e São João da Madeira

Foto: Voz Portucalense

Porto, 19 nov 2018 (Ecclesia) – A exposição ‘Pelos Caminhos do Mundo’, com 14 painéis representativos da missão, chegou à Diocese do Porto, este domingo, onde fica até 25 novembro, na Casa Diocesana de Vilar.

O bispo auxiliar do Porto, D. António Augusto Azevedo, presidiu à inauguração da exposição missionária que apresenta uma “experiência de fé”.

A exposição e pode ser visitada até 25 de novembro e é composta por 14 painéis sobre a missão, 33 objetos etnográficos e religiosos e ainda um jogo interativo.

“As peças da exposição são cheias de vida”, realçou D. António Augusto Azevedo, para quem a mostra deve ser um “estímulo a despertar o sentido missionário de ser cristão” para a “conversão pastoral” das comunidades e grupos da Igreja.

O bispo auxiliar do Porto espera que a exposição ‘Pelos Caminhos do Mundo’ “seja memória” que “volte para o futuro”, divulgou o jornal ‘Voz Portucalense’.

O diretor do Secretariado Diocesano das Missões do Porto, por sua vez, disse que a mostra é “uma provocação, uma oportunidade de encontro” para viver “com entusiasmo” o Ano Missionário especial convocado pela Conferência Episcopal Portuguesa, até outubro de 2019.

Segundo o padre Alípio Barbosa, pretende-se “animar e rejuvenescer as comunidades” e adiantou que a exposição depois pode ser visitada em Paredes e São João da Madeira, também na Diocese do Porto.

A exposição ‘Pelos Caminhos do Mundo’ é promovida pelos Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG) e o padre Francisco Costa disse ainda que a “experiência de memória” é “um convite à contemplação” que quer “interpelar” os visitantes.

O jornal ‘Voz Portucalense’ informa ainda que a exposição vai estar aberta ao público todos os dias, das 9h00 às 22h00, na Casa Diocesana de Vilar.

Está previsto que uma equipa de missionários dinamize o acolhimento e acompanhamento dos visitantes.

CB/OC

Partilhar:
Share