Lisboa, 19 set 2018 (Ecclesia) – O padre Pierluigi Maccalli, da Sociedade das Missões Africanas, foi sequestrado na noite de segunda-feira por grupos jihadistas na região de Niame, Níger, informou a agência de notícias Fides, do Vaticano.

“Há vários meses que a região está em estado de emergência devido à presença de terroristas oriundos do Mali e de Burkina Faso”, refere o padre Mauro Armanino, também missionário, citado pela Fides.

A fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) refere, em comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, sublinha que “a região é muito pobre, havendo dificuldade no abastecimento de água”.

“A maioria da população local, com elevado grau de analfabetismo, dedica-se à agricultura. A falta de vias de acesso, assim como de redes de comunicação contribuíram para o isolamento da região”, acrescenta a nota.

OC

Partilhar:
Share