O programa Ecclesia evoca hoje uma figura que marcou inúmeras gerações: são vários os pensadores e protagonistas que encontramos atualmente na sociedade portuguesa que foram beber à humildade e temperança, à liberdade e ao conhecimento, ao espirito renovador e ao mesmo tempo conciliador de uma figura frágil. Assinalou-se este sábado, dia 3, o centenário de nascimento do padre Manuel Antunes, sacerdote jesuíta, professor, conselheiro, diretor da revista Brotéria durante largos anos, pensador humanista que marcou uma geração e que aos mais novos importa propor. Da sua atividade nasce uma atualidade inequívoca de quem durante muitos anos contornou a censura em Portugal e nunca deixou de propor a participação e o humanismo como condição essencial.
Hoje, o programa da Igreja católica recorda o padre Manuel Antunes através das memórias de duas pessoas que lhe foram próximas e conheceram também as aulas de História da Cultura Clássica no anfiteatro I, da Faculdade de Letras, da Universidade de Lisboa: a professora catedrática de Filosofia Maria Luísa Ribeiro Ferreira e o ator e encenador Luís Miguel Cintra.

Partilhar:
Share