Asseguradas «todas as especificações para a segurança e o conforto» do Papa

Lisboa, 07 jan 2019 (Ecclesia) – A Arquidiocese do Panamá deu a conhecer o Papamóvel oficial que o Papa Francisco vai usar durante a visita apostólica à cidade latino-americana por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2019, de 23 a 28 de janeiro.

No seu sítio online, a Arquidiocese do Panamá informa que o Papamóvel de Francisco foi adaptado um Ford Ranger XLT com “todas as especificações solicitadas pelo Vaticano para manter a segurança e o conforto” do Papa.

A carrinha, que foi apresentada oficialmente este domingo, conta com uma escada rolante, uma cadeira giratória 360°, uma janela na parte traseira da cabine principal para o Papa argentino “ter uma melhor comunicação com o motorista” do veículo de cabine dupla e mudanças automáticas.

Ana Victoria Taboada e Edwin Chaverra lideraram a equipa de jovens que trabalhou na conceção e montagem do novo Papamóvel que contou com designers, engenheiros mecânicos, arquitetos, técnicos, soldadores, entre outros colaboradores.

“Essa experiência foi incrível e uma grande honra; O facto de sermos jovens e fazer isso pela JMJ, mostra que os jovens são muito capazes de fazer grandes coisas”, disse Ana Victoria.

A Arquidiocese do Panamá realça que o Papamóvel que Francisco vai usar na visita apostólica, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, entre 23 a 28 de janeiro, foi conseguida por mãos panamenses, com a contribuição de duas empresas, a Distribuidora David, que “doou o carro”, e a Tri-Estrela Central, “responsável pela conceção e fabrico”.

O Papa Francisco tem também ao dispor o carro que usou na sua visita à Colômbia, entre 6 e 11 de setembro de 2017, que foi emprestado pela Conferência Episcopal Colombiana às autoridades religiosas e civis do Panamá, a 26 de dezembro de 2018.

Segundo o programa divulgado pela Santa Sé, a viagem apostólica internacional de Francisco ao Panamá começa no dia 23 de janeiro de manhã, no aeroporto de Fiumicino, em Roma, e a chegada ao aeroporto panamiano de Tocumen está prevista para as 16h30 (hora local) depois de quase 13 horas de voo, numa extensão de 9500 quilómetros.

Esta será a terceira jornada mundial da juventude presidida pelo Papa argentino, depois de Rio de Janeiro, em 2013, e Cracóvia em 2016.

As JMJ nasceram por iniciativa de João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude, e têm-se afirmado como um grande acontecimento religioso e cultural para jovens de todo o mundo.

A edição no Panamá marcará também a primeira concretização do evento em território da América Central.

CB/PR

JMJ2019: Vaticano divulga programa do Papa no Panamá

Partilhar:
Share