Lisboa, 19 ago 2018 (Ecclesia) – O Movimento Encontro de Jovens Shalom (MEJS) vai refletir sobre o lugar dos jovens na construção da sociedade e da Igreja, para um maior compromisso da juventude, num encontro que acompanha a reflexão do próximo Sínodo dos Bispos.

“Queremos debater e perceber o papel que temos na sociedade e na Igreja, as ânsias, medos e desafios e, a partir daí, lançar as sementes para uma juventude mais comprometida nos meios onde está inserida”, afirma um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

O encontro, que decorre entre hoje e 25 de agosto, no seminário de São José em Alcains, na Diocese de Portalegre-Castelo Branco, tem por tema ‘Juventude: Sociedade e Igreja em Construção?’ e parte da exortação apostólica «A Alegria do Evangelho» e da convocação do Sínodo dos Bispos que, em outubro, vai refletir sobre «Os jovens, a fé e o discernimento vocacional».

A organização explica que a atividade, “aberta a todos os jovens que queiram participar”, pretende ser uma semana de encontro, reflexão, oração e convívio, e participam jovens dos vários grupos do MEJS.

A Eucaristia de encerramento, às 11 horas do dia 25 de agosto, é seguida de “almoço e convívio”.

O GE pode ser acompanhado pelas redes sociais e no site oficial do movimento, indica ainda o comunicado.

O MEJS é um movimento católico que trabalha na área da formação humano-cristã da juventude tendo por base o Programa Fundamental do Encontrista: leitura e meditação diária da Palavra de Deus; participação plena na Eucaristia Dominical; atuação apostólica.

O Movimento Encontro de Jovens Shalom está presente em Portugal nas dioceses de Viana do Castelo, Braga, Coimbra, Portalegre-Castelo Branco, Santarém, Lisboa e Angra, e no Brasil, em Fortaleza e Belo Horizonte.

LS

Partilhar:
Share