Diocese de Aveiro também assinala data com Eucaristia na Catedral

Porto, 11 set 2018 (Ecclesia) – A Diocese do Porto evoca hoje o seu antigo bispo, D. António Francisco dos Santos, falecido há um ano, com uma Missa de sufrágio na Catedral da cidade, pelas 19h00.

A data de 11 de setembro passa a ser o dia anual de sufrágio pelos bispos, sacerdotes e diáconos já falecidos, anunciou D. Manuel Linda, bispo do Porto, em mensagem publicada através do site diocesano.

“Em Igreja, a condução não se faz pela força do tribunal e da polícia, mas sim pela persuasão moral do seguimento. Por isso, o bispo tem de ser o exemplo, o modelo, o guia. E se este modelo for credível, o povo segue-o”, escreve o prelado.

Para o bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos “deixou memória que perdurará porque acreditou na pessoa como aceitou Deus: com serenidade, confiança, proximidade, simpatia, afetividade”.

D. Manuel Linda recorda ainda o centenário da morte de D. António Barroso e as bodas de ouro sacerdotais de D. Pio Alves, bispo auxiliar.

“Ao primeiro devemos o martírio heroico da defesa intransigente da sua Igreja perante o poder político absorvedor. No segundo, admiramos a força da convicção, a solidez doutrinal e o reto ordenamento da razão”, escreve.

O bispo do Porto afirma que todas estas figuras “constituem verdadeiros dons de Deus à Igreja e obtiveram o elogio e o reconhecimento do seu povo”.

“A Diocese do Porto está-lhes agradecida e sabe bem que eles têm lugar cimeiro no seu património imaterial”, conclui.

O aniversário da morte de D. António Francisco dos Santos é também evocado pela Associação Comercial do Porto, a Irmandade dos Clérigos e a Santa Casa da Misericórdia do Porto, com a atribuição do primeiro “Prémio D. António Francisco”, no Palácio da Bolsa, pelas 17h00.

A distinção tem um valor de 75 mil euros e destina-se a “apoiar cidadãos que se distingam na promoção e defesa da dignidade da pessoa humana, na defesa e promoção dos direitos humanos, no diálogo inter-religioso e ecuménico e na promoção da paz”.

D. António Francisco dos Santos faleceu a 11 de setembro de 2017, aos 69 anos, na Casa Episcopal da Diocese do Porto, devido a um problema cardíaco.

O Papa São João Paulo II nomeou-o bispo auxiliar de Braga, a 21 de dezembro de 2004; Bento XVI escolheu-o como bispo de Aveiro, em setembro de 2006; e o Papa Francisco nomeou-o bispo do Porto em fevereiro de 2014.

A Sé de Aveiro acolhe hoje, às 19h00, uma Eucaristia presidida pelo bispo diocesano, D. António Moiteiro, no primeiro aniversário da morte de D. António Francisco dos Santos.

OC

Partilhar:
Share