D. Manuel Linda assume missão no dia em que completa 62 anos

Porto, 20 mar 2018 (Ecclesia) – A entrada solene do novo bispo do Porto, D. Manuel Linda, vai acontecer a 15 de abril, na catedral diocesana, informou hoje o prelado, em declarações à Agência ECCLESIA.

O responsável foi nomeado pelo Papa Francisco a 15 de março para suceder a D. António Francisco dos Santos, falecido a 11 de setembro de 2017, na Casa Episcopal da Diocese do Porto, vítima de um problema cardíaco.

D. Manuel Linda, até agora responsável pelo Ordinariato Castrense, as comunidades católicas das Forças Armadas e de Segurança, completa 62 anos de idade precisamente a 15 de abril.

A Diocese do Porto saudou a nomeação do seu novo bispo, manifestando-lhe sentimentos de “lealdade e filial obediência”.

“Todos quantos integram esta porção do Povo de Deus afirmam a sua disposição em colaborar, com lealdade e filial obediência, com o Bispo agora chegado”, refere a mensagem assinada pelo até agora administrador diocesano, D. António Bessa Taipa, e pelos bispos auxiliares, D. Pio Alves e D. António Augusto Azevedo.

D. Manuel Linda tinha sido nomeado pelo Papa Francisco como ordinário castrense em Portugal a 10 de outubro de 2013, sucedendo então a D. Januário Torgal Ferreira, que resignou por limite de idade.

Antes, fora nomeado auxiliar da Arquidiocese de Braga, a 27 de junho de 2009, pelo Papa Bento XVI; a ordenação episcopal aconteceu na Catedral de Vila Real, a 20 de setembro do mesmo ano, numa cerimónia presidida por D. Joaquim Gonçalves, então bispo da diocese transmontana.

Manuel da Silva Rodrigues Linda nasceu a 15 de abril de 1956 na Freguesia de Paus (Concelho de Resende, Diocese de Lamego e Distrito de Viseu); frequentou os Seminário Menor (Resende) e Maior (Lamego), e o Instituto de Ciência Humanas e Teológicas (Porto) tendo sido ordenado padre a 10 de junho de 1981, na Diocese de Vila Real.

Na diocese transmontana foi pároco, assistente diocesano da Ação Católica, promotor de Justiça e Defensor do Vínculo no Tribunal Eclesiástico e responsável pela Pastoral Juvenil; foi também capelão militar.

Ao longo de 19 anos, assumiu a missão de reitor do Seminário de Vila Real e de vigário episcopal para a Cultura, tendo sido coordenador diocesano da pastoral e membro dos Conselhos Presbiteral, Pastoral e de Consultores.

O novo bispo do Porto é licenciado em Humanidades, pela Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa (1987), e em Teologia, pela Faculdade de Teologia (Porto) da mesma Universidade (1988); obteve a licenciatura canónica (estudos de segundo grau, equivalente ao Mestrado) em Teologia, pela Pontifícia Universidade Lateranense, em Roma (1991), e o doutoramento em Teologia, especialidade de Teologia Moral, pela Universidad Pontifícia Comillas, em Madrid (1998), com a tese ‘Andragogia política em D. António Ferreira Gomes’, bispo do Porto.

D. Manuel Linda foi docente na Universidade Católica Portuguesa e colaborou com o Instituto Superior Miguel Torga/Escola Superior de Altos Estudos (Coimbra), a Universidade do Minho e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; é membro fundador do Centro de Estudos do Pensamento Português (UCP – Porto).

Nas primeiras declarações após a nomeação, D. Manuel Linda disse que os temas da pobreza e da justiça social vão estar presentes na sua nova missão.

“É uma das minhas prioridades, sem dúvida alguma”, referiu, em declarações à Agência ECCLESIA e à Renascença.

Na Conferência Episcopal Portuguesa, o novo bispo do Porto preside à Comissão Episcopal da Missão e Nova Evangelização e é vogal da comissão para a Pastoral Social e Mobilidade Humana.

O lema episcopal de D. Manuel Linda é ‘Sede alegres na esperança’.

LS/OC

Partilhar:
Share