«Liturgia, a vitalidade da Igreja» e «Os Mistérios de Cristo na Liturgia» já estão nas bancas

Fátima, 10 out 2018 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional de Liturgia (SNL), da Igreja Católica em Portugal, informa que publicou este mês o livro ‘Liturgia, a vitalidade da Igreja’ e destaca a segunda edição revista e aumentada de ‘Os Mistérios de Cristo na Liturgia’.

“A Sagrada Liturgia é a manifestação do Mistério da salvação, plenamente realizado no mistério pascal de Cristo. A Sacrosanctum Concilium apresentou a Liturgia em chave de história da salvação, ou seja, a Liturgia é a atualização desta história e a sua celebração permanente”, escreveu o presidente da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade na apresentação do novo livro.

Ao longo das suas 128 páginas, ‘Liturgia, a vitalidade da Igreja’ que foi publicado este mês, apresenta documentos da reforma litúrgica: ‘Sacrosanctum Concilium’ (Concílio Vaticano II, 1963); ‘Vicesimus quintus annus’ (S. João Paulo II, 1988); ‘Spiritus et Sponsa’ (S. João Paulo II, em 2003); ‘O Mistério eucarístico sem confusão nem reducionismos’ (Papa Bento XVI, 2009); ‘A liturgia renova a Igreja’ (Papa Bento XVI, 2011); e ‘Uma reforma irreversível’, discurso do Papa Francisco aos participantes na 68ª Semana Litúrgica Nacional italiana.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, D. José Cordeiro explica que as fontes da ‘Sacrosactum Concilium’ são a Bíblia, a Patrística, a Liturgia e o Magistério, sendo o “tecido de fundo da parte doutrinal” eminentemente bíblico.

Segundo o bispo de Bragança-Miranda, da Constituição Conciliar pode-se “enumerar alguns fundamentos teológicos e litúrgicos” e destacou 10: 1) o exercício do sacerdócio de Cristo; 2) a Liturgia como cume e fonte da vida cristã; 3) a participação plena, consciente e ativa; 4) a epifania da Igreja; 5) a unidade substancial e a adaptação litúrgica às culturas; 6) a sã tradição e um progresso legítimo; 7) a língua; 8) a presença da Palavra de Deus; 9) a educação litúrgica; 10) o canto e a arte sacra.

O SNL, da Comissão Episcopal de Liturgia e Espiritualidade, destaca também a segunda edição, revista e aumentada, do livro ‘Os Mistérios de Cristo na Liturgia’, do cónego José Ferreira.

D. Manuel Clemente, na apresentação da obra, destaca um “ponto nuclear”: “A unidade de toda a Liturgia em torno do mistério pascal de Cristo, comunitariamente celebrado”.

“Creio ter sido o fulcro do movimento litúrgico e da reforma conciliar neste campo e lembro-me bem de que era esta a permanente insistência de José Ferreira no seu ensino”, acrescenta o cardeal-patriarca de Lisboa.

‘Os Mistérios de Cristo na Liturgia’ provém “de várias fontes e circunstâncias” mas para o cardeal-patriarca de Lisboa “será fácil perceber-lhe o sentido comum” e no ano do centenário do nascimento do cónego José Ferreira agradece o “seu feliz ensino, de tão permanente atualidade”, divulga o Secretariado Nacional de Liturgia.

CB

Partilhar:
Share