Ruy de Carvalho foi este ano reconhecido pela Igreja católica com o prémio Árvore da Vida/Padre Manuel Antunes. O sentido exemplar da seriedade profissional, a influência positiva exercida na sociedade, as implicações culturais da sua presença no espaço público foram motivos enunciados pelo júri para enaltecer uma carreira com 76 anos construída no teatro, no cinema e na televisão.
Em parceria com a Rádio Renascença e o Secretariado Nacional da Pastoral da cultura, o programa Ecclesia conversa esta manhã com o ator português que aos 91 anos afirma que gosta mesmo é de representar.
Olhamos para a sua vida, para a fé que o sustenta, para a família que construiu em mais de 62 anos em comum com a sua mulher Rute, olhamos para o estado da cultura em Portugal e para o que ainda gostaria de vir a fazer, em palco, o local onde decorre esta conversa.

Partilhar:
Share