Miguel Oliveira Panão (Professor Universitário), Blog & Autor

O Papa Francisco publicou nos últimos dias uma Exortação Apostólica dedicada à santidade. E como ele próprio afirma

“Todos somos chamados a ser santos, vivendo com amor e oferecendo o próprio testemunho nas ocupações de cada dia, onde cada um se encontra.” (14)

A santidade está sempre associada ao modo como conformamos a nossa vida à Vontade de Deus. E essa manifesta-se mais claramente no quotidiano. Ou seja, em fazer bem aquilo que temos para fazer agora. Em fazer tudo por amor a Deus e não por um simples amor ao que fazemos.

Se dou aulas, faço-o por amor a Deus. Se digo bom dia ao meu vizinho ou vizinha, faço-o por amor a Deus nele ou nela. Se conduzo dando espaço aos outros e com serenidade, faço-o por amor a Deus. A Vontade de Deus manifesta-se em cada momento da nossa vida por mais simples que seja. Pois, cada momento do quotidiano é uma oportunidade de amar a Deus.

O que tenho vindo a descobrir é que os hábitos diários são a melhor forma de assegurar vivermos bem o tempo, evitando andar atrás dele. Sou sincero, eu tive sempre muita dificuldade em rezar de manhã e à noite, meditar algum texto de Espiritualidade, ou seja, dificuldade em dedicar tempo para Deus. Como podia aprofundar a minha união com Ele para poder discernir a sua Vontade em cada momento presente?

Foram os hábitos diários que mudaram a minha vida. Escrevi-os em papel (sim, papel e caneta é o ideal, não uma app), e cruzava no calendário cada dia em que rezava à noite ou meditava. Ao fim de 100 dias vejo como aquele momento com Deus faz agora parte da minha rotina e não consigo hoje imaginar a minha vida sem ele.

Se a santidade se joga no quotidiano e informa profundamente a nossa experiência de vida com Deus, então, importa trabalhar conscientemente os hábitos diários para que o relacionamento com Deus seja uma parte integrante e fundamental. Assim se criam as condições para perceber melhor qual a Sua Vontade. Penso que trabalhar os hábitos diários seja uma forma de responder Exortação Apostólica do Papa: com o quotidiano da nossa vida.

Questão: já decidiste qual o novo hábito a criar para chegares a uma maior união com Deus?

Partilhar:
Share