Sacerdote jesuíta nasceu há 100 anos

Sertã, 07 jul 2018 (Ecclesia) – O Município da Sertã promove hoje a sétima edição da Maratona de Leitura, este ano dedicado à figura do jesuíta padre Manuel Antunes (1918-1985), no centenário do nascimento deste filho da terra.

“Porque 2018 é o ano em que se assinala o centenário do nascimento do Padre Manuel Antunes, a Maratona de Leitura não podia deixar de associar-se a esta efeméride tão especial para o Concelho da Sertã”, assinala a organização do evento, em comunicado.

A Maratona de Leitura, iniciada à meia-noite, às comemorações do centenário, que estão a decorrer ao longo deste ano, promovidas pela Câmara Municipal.

O padre Manuel Antunes nasceu na Sertã a 3 de novembro de 1918; foi ordenado padre a 15 de julho de 1949, pelo bispo de Guadix, D. Rafael Alvarez de Lara.

Em 1955, rumou a Lisboa para integrar a redação da revista Brotéria, que viria a dirigir entre 1965 e 1982; como professor, marcou várias gerações de estudantes na Faculdade de Letras.

Em 1981 recebeu o título de doutor ‘Honoris Causa’ da Faculdade de Letras de Lisboa; em 1983, nas comemorações do 10 de junho, o então presidente da República Ramalho Eanes conferiu-lhe o grau de Grande Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada.

A Igreja Católica, através do seu Secretariado Nacional para a Pastoral da Cultura, atribui anualmente um prémio com o nome ‘Árvore da Vida-Padre Manuel Antunes’, para destacar um percurso ou obra que refletem o humanismo e a experiência cristã.

OC

Partilhar:
Share