Padre Carlos Filipe Silva destaca três ideias numa mensagem para o Dia Mundial das Missões

Setúbal, 20 out 2018 (Ecclesia) – O diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral das Missões de Setúbal convidou os jovens a participarem no dia mundial do setor, este domingo, dia 21 de outubro, na igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Torre da Marinha.

Numa mensagem divulgada pelo Departamento da Juventude da Diocese de Setúbal, o padre Carlos Filipe Silva começa por realçar que estão a viver um biénio dedicado “à missão dos jovens e entre os jovens”.

O sacerdote convidou os jovens a “participarem” no programa do Secretariado Diocesano da Pastoral das Missões para o dia mundial do setor, que se celebra este domingo, dia 21 de outubro, a partir das 10h00, na igreja da Torre da Marinha, na Amora.

Com a juventude sadina partilhou também três ideias e explica que a Missão “não é mais do que a partilha da consciência da alegria que Jesus Cristo oferece”.

“Ser missionário é tão simplesmente ser cristão, em todo o tempo e em todas as ocasiões, segundo o nosso modo de ser, a nossa história pessoal de vida, a nossa personalidade”, escreveu no segundo ponto.

Neste contexto, o padre Carlos Filipe Silva lembra que, “de algum modo”, já são todos missionários sempre que vivem e atuam “segundo as promessas do batismo, e os apelos do Espírito”.

O diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral das Missões, na terceira ideia, salienta que querem “ser mais e melhores”, como incentiva o Papa Francisco: “Missionários inconformados”; “mostrar ao mundo quanta riqueza humana e espiritual estão reservadas” e “ser ‘missionários do caminho’”.

Na Diocese de Setúbal, o Dia Mundial das Missões 2018 começa às 10h00, com um painel missionário: A irmã Maria Virgem do Mar, do Instituto do Verbo Encarnado, a experiência do seminarista Rúben Miguel em Cabo Verde, e o padre Luiz Carlos Júnior vai apresentar o livro «Misericordiar».

O bispo sadino D. José Ornelas vai presidir à Missa de encerramento, com a instituição de Acólitos de dois missionários da comunidade de Aliança de Misericórdia, a partir das 12h00, deste domingo, na igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Torre da Marinha.

A Conferência Episcopal Portuguesa promove um Ano Missionário em todas as dioceses católicas do país respondendo a uma iniciativa do Papa Francisco que convocou um “mês missionário extraordinário” para outubro de 2019, por ocasião do centenário da Carta Apostólica Maximum Illud, de Bento XV.

O Dia Mundial das Missões, anualmente no penúltimo domingo de outubro, foi instituído pelo Papa Pio XI, em 1926, como “um dia de oração e ofertas em favor da evangelização dos povos” e o objetivo de “incentivar, nas Igrejas locais, a cooperação missionária”.

As Obras Missionárias Pontifícias – Portugal prepararam o guião missionário 2018/2019, com o tema ‘Agarra o desafio, da missão’, onde partilham mensagens dedicadas à missão, esquemas de orações e celebrações, testemunhos, entre outros conteúdos.

CB

Partilhar:
Share