Numa mensagem enviada à comunidade hindu por ocasião da festa de Deepavali 

Cidade do Vaticano, 31 out 2018 (Ecclesia) – O Vaticano associou-se hoje à festa hindu de Deepavali, que simboliza a vitória do bem sobre o mal, para apelar à colaboração entre religiões a favor dos mais vulneráveis.

Numa nota do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, enviada à comunidade hindu, a Igreja Católica realça “os dramas que atingem diariamente os mais vulneráveis da sociedade: os pobres, os doentes, os idosos, os portadores de deficiência, os excluídos, os abandonados, os migrantes”.

A Santa Sé lembra também várias outras periferias sociais, como as pessoas que hoje são “marginalizadas” devido à sua “religião, cultura ou língua” e todas “as vítimas de abusos e violência, em especial as mulheres e crianças”.

“Impotentes e indefesos, descartados e ignorados por uma sociedade cada vez mais indiferente perante o sofrimento humano, os mais vulneráveis do nosso tempo vivem dias dramáticos. E nós podemos trabalhar juntos para proteger, defender e assistir estas pessoas”, frisa o mesmo comunicado.

Publicado esta quarta-feira, na sala de imprensa da Santa Sé, o texto dedicado às celebrações hindus de Deepavali, ou Diwali, salienta “o dever moral” que une todas as religiões, e neste caso cristãos e hindus, de “cuidar dos mais carenciados”.

Na medida em que, aponta a Igreja Católica, “todos somos criaturas de Deus e, consequentemente, irmãos e irmãs, iguais em dignidade, responsáveis uns pelos outros”.

A festa de Deepavali, conhecida como Festival das Luzes, é uma das maiores festividades hindus, e pretende simbolizar a vitória da luz sobre as trevas, do bem sobre o mal, da sabedoria sobre a ignorância, e é celebrada também por siques, budistas e jainistas.

“As oportunidades de serviço estão aí à nossa volta, já que podemos encontrar pessoas vulneráveis em cada comunidade e sociedade”, aponta a Santa Sé, que frisa a urgência de contribuir para “uma cultura de cuidado e de proximidade” aos mais desfavorecidos, que comprometa “especialmente os políticos e líderes de todos os países”.

“Que como crentes apoiados nas nossas respetivas tradições espirituais, possamos dar as mãos com fiéis de outras religiões e todas as pessoas de boa vontade, e tornar esta preocupação pelos vulneráveis num esforço mais coletivo e concertado”, conclui a nota do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, enviada à comunidade hindu.

A mensagem da Santa Sé dedicada à festa do Deepavali, que este ano é assinalada a 7 de novembro, tem como título ‘Cristãos e hindus: Em defesa dos mais vulneráveis da sociedade”.

O documento é assinado pelo secretário do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, o bispo Miguel Ángel Guixot.

JCP

Partilhar:
Share