Foto: Presidência da República

Bragança, 08 jul 2018 (Ecclesia) – O presidente da República Portuguesa presidiu, no Teatro Municipal de Bragança, à sessão solene comemorativa dos 500 anos da Santa Casa da Misericórdia de Bragança (SCMB).

Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que o “Estado não chega” e não consegue substituir “as Misericórdias e as IPSS”, convidando a valorizar o papel destas instituições.

A sessão desta sexta-feira teve início com a projeção do filme que assinala os 500 anos da Misericórdia de Bragança, a que se seguiram homenagens a irmãos e colaboradores da SCMB, e a diversas personalidades e entidades.

Após as homenagens, o provedor da SCMB, Eleutério Alves, usou da palavra, tendo no final entregue a Medalha dos 500 anos da Misericórdia de Bragança ao Presidente da República.

A sessão contou com a participação do bispo de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro; do presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos; e do presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias.

Já este sábado, o presidente da República Portuguesa realizou uma visita à Estrutura Residencial para Pessoas Idosas da Santa Casa da Misericórdia de Bragança.

OC

Partilhar:
Share