Almada: «Chama da Solidariedade» passou no centro da cidade

Almada, 24 out 2017 (Ecclesia) – O bispo de Setúbal presidiu a uma Eucaristia dinamizada pelos centros paroquiais de Almada, Cacilhas, Cova da Piedade e Feijó/Laranjeiro no centro da cidade de Almada no âmbito da ‘Chama da Solidariedade’ que percorre o distrito sadino.

“Identificar a fé com um compromisso social é fundamental no pensamento cristão e empenhar-se na construção da cidade onde está; Colocar a chama da solidariedade no centro da cidade é fundamental para o mundo de hoje”, disse D. José Ornelas.

Na praça São João Batista, no centro da cidade de Almada, o bispo de Setúbal afirmou que “o ser cristão é um ser comprometido com a sociedade e com aqueles que mais precisam”.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, o Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro informa que a celebração foi uma forma “aproximar as pessoas e as Instituições de Solidariedade Social (IPSS) à comunidade”.

O pároco de Almada, padre Marco Luís, considerou que as iniciativas que as IPSS’s promovem causas necessárias e observou que a celebração foi “um momento com muita paz e esperança neste trabalho”.

“A chama é Cristo que nos une a todos como irmãos”, acrescentou o sacerdote na celebração no dia 18 de outubro.

O comunicado realça que a celebração contou com a participação de “todos os padres” da Vigararia de Almada, entidades públicas, sociais e religiosas e várias instituições do concelho em nome da “solidariedade que promovem e as caracteriza”.

O ainda presidente da Câmara Municipal de Almada, Joaquim Judas, realçou que a cerimónia “foi única, exemplar e enriquece muito” uma vez que para além de enriquecer todos os que participaram “enriquece a cidade”.

A ‘Chama da Solidariedade’ é uma iniciativa da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade – CNIS e está a percorrer instituições e paróquias da Vigararia de Almada, até 10 de novembro, ficando na Diocese de Setúbal até junho de 2018 quando se realiza a ‘Festa da Solidariedade’.

CB

Portugal: Conferência Nacional dos Institutos Seculares elegeu nova presidente

Coimbra, 13 set 2017 (Ecclesia) ? A Conferência Nacional dos Institutos Seculares de Portugal (CNISP) elegeu a nova direção nacional numa reunião que teve como lema ?Palestras do amor fraterno?, em Coimbra.

A CNISP informa que os dez institutos seculares presentes na reunião elegeram como presidente Lúcia Correia, da Companhia Missionária, e a nova Direção Nacional ficou completa com as vogais Alice Cardoso, das Cooperadoras da Família, e Florinda Oliveira, da Sagrada Família.

A reunião sob o lema ?Palestras do amor fraterno? foi um tempo para a Conferência Nacional dos Institutos Seculares de Portugal redescobrir ?a responsabilidade? de serem ?profetas como comunidade? e procurarem ?juntos, com humildade e com paciência?, uma palavra de sentido que pode ?ser dom para o país e para a Igreja?.

?Há 70 anos a Igreja aprovava uma nova vocação surgida no século XX. No hoje da história, os institutos seculares, expressão da consagração na secularidade, eram reconhecidos como meios especiais para impregnar de fé, a vida quotidiana?, desenvolvem.

Segundo a nota da Assembleia Geral realizada na Diocese de Coimbra, a 9 de setembro, a CNISP observa que a nível nacional são ?poucos e envelhecidos? mas não estão resignados.

?O mundo contemporâneo parece particularmente sensível ao testemunho de quem assumir com coragem o risco e a responsabilidade do discernimento epocal e do projeto de edificação de uma humanidade nova e mais justa?, concluem afirmando que essa é a sua vontade.

CB/OC

Braga: Pastoral Universitária promove tertúlia sobre «Misericórdia e Economia»

Braga, 14 out 2016 (Ecclesia) – A Pastoral Universitária de Braga e a Comissão Diretiva do Mestrado em Economia Social da Universidade do Minho promove hoje o 20.º Fórum Interdisciplinar de Professores para debater o tema “Misericórdia e Economia”.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Pastoral Universitária de Braga refere que a tertúlia conta com intervenções de Manuel Lemos, presidente da União das Misericórdias Portuguesas /UMP), e Lino Maia, presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social (CNIS).

O debate vai decorrer no Centro Pastoral Universitário (CPU), moderado por Paulo Mourão, diretor do Mestrado em Economia Social da Universidade do Minho.

“Num momento em que a Economia Portuguesa é caracterizada por uma elevada desigualdade dos cidadãos, com perda generalizada de rendimentos e com novos desenhos da fiscalidade em vista, pretende-se refletir no papel da Misericórdia (o sentir o próximo e o viver pelo próximo) nestes contextos difíceis”, refere o comunicado.

Para a Pastoral Universitária de Braga, o debate vai informar também sobre “qual o papel das instituições (as Misericórdias Portuguesas) em particular nestes desafios”.

A Pastoral Universitária de Braga refere ainda que “nesta sessão preceder-se-á à entrega dos Prémios Melhor Tese em Economia Social (anos de 2014 e 2015)”.

PR

Educação: IPSS e Misericórdias participam na pós-graduação em «Religiões, Políticas e Doutrinas Sociais»

Porto, 17 mar 2016 (Ecclesia) – A Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS) e a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) protocolaram a participação de colaboradores na pós-graduação ‘Religiões, Políticas e Doutrinas Sociais’, da Universidade Lusófona, que começa a 28 de março.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, destaca que a CNIS e a UMP, “prezam a formação académica” dos seus colaboradores, por isso, a parceria é entendida como “uma forma de os capacitar para um melhor desempenho das suas funções”.

Neste contexto, o acordo vai facilitar a frequência no curso ‘Religiões, Políticas e Doutrinas Sociais’ aos membros, colaboradores e demais profissionais das Misericórdias e das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) associadas da CNIS.

“As candidaturas ao curso apresentadas por uma Misericórdia ou IPSS terão isenção das taxas de candidatura e de matrícula, bem como uma redução de 25% na propina mensal”, informa o comunicado.

O início do curso está previsto para 28 de março, às 18h00, com a conferência ‘Lugar social e político das religiões na atualidade’, pelo delegado do Conselho Pontifício da Cultura, o bispo D. Carlos Azevedo.

O plano da pós-graduação tem módulos disciplinares, com aulas e conferências, dedicadas especificamente ao trabalho e história das Misericórdias, à Doutrina Social e à ação social da Igreja.

A fase letiva da pós-graduação ‘Religiões, Políticas e Doutrinas Sociais’ termina em junho de 2016, e as aulas, conferências e debates, são sobretudo de segundas a quinta-feira, das 18h00/18h30 às 22h00/22h30, e em alguns sábados de manhã. 

CB

Solidariedade: CNIS defende perda de benefícios fiscais para quem abandona idosos

Lisboa, 20 jan 2016 (Ecclesia) – O presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade mostrou-se hoje em desacordo com a criminalização de quem abandona um idoso no hospital, defendendo antes uma penalização, como a perda de benefícios fiscais.

“Abandonar um idoso no hospital ou num lar moralmente é mau, mas eu penso que a criminalização não será o melhor instrumento”, disse o padre Lino Maia na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, citado pela agência Lusa.

O responsável foi ouvido a propósito de um projeto de lei do PSD/CDS-PP sobre direitos fundamentais das pessoas idosas.

Em declarações à Lusa, no final da audição, o padre Lino Maia disse não estar a favor da criminalização, mas sim da penalização do abandono, que “é censurável”.

“Se a pessoa não tem condições em casa, se a família não tem condições, o Estado de criar essas condições”, sustentou.

Também presente na audição, o presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel Lemos, defendeu que deveria haver “alguma penalização” para quem abandona.

“Não nos parece muito bem que numa sociedade que se quer solidária se permita que essa desresponsabilização aconteça”, disse, contando que vão muitas vezes “buscar idosos completamente abandonados”.

Lusa/OC

Página 1 de 2012345...1020...última »