Comunidade Emanuel: Fórum sobre «Re-encontrar Deus»

Lisboa, 09 jan 2016 (Ecclesia) – O Renovamento Carismático Católico está a celebrar os seus 50 anos e a Comunidade Emanuel organiza um fórum, dias 11 e 12 de fevereiro, em Fátima, sobre «Re-encontrar Deus».

A iniciativa que decorre no Centro Pastoral Paulo VI tem como oradora principal, a co-fundadora da Comunidade Emanuel, Martine Catta, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Ao longo dos dois dias haverá grupos de reflexão para falarem sobre Deus e também sobre “novas formas de espiritualidade que vão surgindo, à margem da verdadeira religião”, refere.

A atividade vai ter um “percurso especial para jovens e outro para adolescentes”, lê-se

LFS

Fátima: Comunidade Emanuel dinamiza «Fórum da Misericórdia»

Coimbra, 12 fev 2015 (Ecclesia) – A Comunidade Emanuel vai realizar um ‘Fórum da Misericórdia’ com conferências, ateliês, tempos de reflexão e oração, no contexto do Ano Jubilar que a Igreja vive, entre hoje e domingo, no Centro Paulo VI, em Fátima.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a Comunidade Emanuel informa que o ‘Fórum da Misericórdia’ surge como “resposta” ao apelo do Papa – “que os fiéis leigos vivam e levem [a misericórdia] aos diferentes ambientes sociais” – e para que no ano jubilar possa haver “um tempo especial de experiência do amor de Deus”.

Este evento tem como orador principal o padre Martin Pradère, sacerdote desta comunidade e superior do Seminário de Bordéus (França), autor de obras sobre misericórdia.

O cardeal-patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, também participa no fórum onde vai “responder a perguntas sobre misericórdia”.

Do programa desta iniciativa destacam-se ainda ateliês sobre família, jovens, envelhecimento, e Doutrina Social da Igreja, bem como tempos de reflexão e oração, no Centro Paulo VI, em Fátima.

A Comunidade Emanuel informa que para que os casais com “filhos pequenos” possam participar nas atividades vão ter um “serviço de crianças”.

O ‘Fórum da Misericórdia’ começa hoje às 18h00 e termina passado dois dias, 14 de fevereiro, às 13h00.

CB

Para ouvir esta semana…

Domingo, 16 de novembro – O programa Ecclesia acompanha os últimos passos dados no projeto «Repensar a pastoral da Igreja em Portugal». Auscultamos a realidade das dioceses de Lamego, Aveiro, Leiria – Fátima e Angra com os seus responsáveis e conversamos com D. Manuel Linda, presidente da Comissão Episcopal da Missão e Nova Evangelização. Comentário à atualidade informativa com a irmã Irene Guia.

Segunda-feira, 17 de novembro – O GRAAL é um movimento internacional de mulheres cristãs que está em Portugal desde  1957 e hoje é dado a conhecer neste programa Ecclesia.

Terça-feira, 18 de novembro – Neste programa Ecclesia fique a conhecer a Comunidade Emanuel com o seu responsável de Lisboa, Ivo Chelo.

Quarta-feira, 19 de novembro – O Caminho Neocatecumenal trata um itinerário de formação católica que aqui pode conhecer melhor com Fernando Álvarez, da equipa nacional.

Quinta-feira, 20 de novembro – O Renovamento Carismático Católico tem uma grande expressão na diocese do Funchal. Manuel Costa revela como chegou ao movimento e a sua importância.

Sexta-feira, 21 de novembro – A Juventude Operária Católica, a JOC, é o movimento dadao a conhecer neste programa Ecclesia. A presidente da JOC nacional, Lisandra Rodrigues, fala das iniciativas que acompanham as dificuldades da juventude.   

Para ouvir esta semana…

domingo, 13 de maio – Neste dia tão marcante para todos os portugueses também o programa Ecclesia reverte a Fátima. Nesta manhã damos a conhecer uma nova perspetiva da peregrinação aniversária: a madrugada de 12 para 13 de maio, desde o início das celebrações até ao toque dos sinos no nascer do dia.

segunda-feira, 14 de maio – O programa Ecclesia segue o testemunho dos participantes na plataforma «Juntos pela Europa» que, no dia 12, juntou em várias cidades europeias cristãos que querem levar os valores do Evangelho ao projeto europeu. Clotilde Câmara Pestana, do Movimento Apostólico de Schoenstatt, esteve no 1º encontro, em 2004 e desde então esta senhora de 60 anos assume a tarefa de partilhar o seu olhar humano sobre a construção europeia.

terça-feira, 15 de maio – Elsa França, de 68 anos, juntou-se ao projeto «Juntos pela Europa» desde que percebeu, em 2004, a comunhão entre movimentos e a possibilidade de, em conjunto, alterar os valores que conduzem o projeto europeu.

quarta-feira, 16 de maio – A cidade dos estudantes foi um dos locais em Portugal que acolheu a manifestação «Juntos pela Europa». Ricardo Silva esteve lá para unir a sua voz à vontade de construir a Europa com valores cristãos. Este jovem professor no Centro Académico de Santo António, da Comunidade Emanuel, em Coimbra, acredita que o alertar de consciências deve ser tarefa de todos.

quinta-feira, 17 de maio – Filomena Santos deixou-se tocar pela comunhão entre cristãos e quis fazer o mesmo em Portugal. É na escola onde dá aulas, no Porto, que esta professora de português encontra motivos para ser impulsionadora dos valores cristãos na construção da identidade europeia propondo um caminho de cidadania.

sexta-feira, 18 de maio – O juiz Pedro Vaz Patto, do Movimento Focolares, explica as razões que o levam a participar na Plataforma «Juntos pela Europa» que tem como objetivo realçar a importância dos valores cristãos e promover a unidade entre os vários movimentos a nível europeu.

Algarve: Diocese associa-se a jornada que quer «reavivar a alma cristã» da Europa

Faro, 24 mar 2012 (Ecclesia) – A Diocese do Algarve vai associar-se hoje à iniciativa «Juntos pela Europa» e promove, na igreja de Vilamoura, um momento de oração pelo Velho Continente.

«Juntos pela Europa» (“Together for Europe”, na versão internacional) é uma jornada europeia que quer “reavivar a alma cristã” do continente e que terá lugar a 12 de maio deste ano, em Bruxelas (Bélgica)

O momento de oração na igreja de Vilamoura é promovido por vários movimentos cristãos algarvios, “sendo certo que Faro será também uma das várias cidades portuguesas que irão associar-se ao evento do dia 12 de maio com diversas dinâmicas de celebração e animação”, realça o jornal «Folha do Domingo».

O «Juntos pela Europa» nasceu em 1998, em Roma, na vigília de Pentecostes, quando o Papa João Paulo II reuniu os movimentos e as novas comunidades e pôs em relevo o papel essencial que têm na Igreja.

Fundadores e responsáveis de vários movimentos, para responder ao apelo do Papa, iniciaram um percurso de comunhão, de mútuo conhecimento entre todos, tendo em vista reavivar a alma cristã da Europa.

Mais tarde esta comunhão foi alargada a movimentos de outras Igrejas cristãs e deram-se novos passos no sentido de colaborarem para “preencher o enorme vazio religioso da Europa”.

Com este espírito de comunhão realizaram-se em Estugarda, na Alemanha, em 2004 e em 2007, duas grandes jornadas europeias com o lema “Juntos pela Europa”, de onde surgiu o Manifesto ‘os 7 SIMs’ que sublinha em sete pontos o desejo de contribuir para uma Europa unida, apesar das diferenças, numa colaboração efetiva entre os movimentos e aberta a todas as pessoas.

Uma das intenções centrais do “Juntos pela Europa” é que os vários movimentos e comunidades cristãs se dêem a conhecer e que assim se possa desenvolver um novo entendimento e uma nova prática.

“O objetivo é que depois do caminho proposto para este ano e do encontro de dia 12 se consiga partir mais facilmente para a realidade, colaborando entre todos de uma forma muito prática e concreta para uma sociedade portuguesa baseada na solidariedade, na tolerância e no empenho uns pelos outros”, acrescenta a nota publicada no blogue do evento em Portugal.

A organização portuguesa do «Juntos pela Europa» integra oito movimentos: Comunidade Emanuel, Família Missionária Verbum Dei, Equipas de Jovens de Nossa Senhora, Equipas de Nossa Senhora, Metanoia, Movimento Apostólico de Schoenstatt, Movimento dos Cursos de Cristandade e Movimento dos Focolares.

FD/LFS

 

Programa Ecclesia do dia 17 de Fevereiro de 2011

Que serviço público de Educação queremos para Portugal?: Assembleia nacional da comunidade Emanuel; curso de formadores promovido pela CRIP; O Passado do presente com D. Manuel Clemente

https://www.youtube.com/watch?v=9tidf-8rCvQ

Programa Ecclesia do dia 17 de Fevereiro de 2011

Serviço público de Educação queremos para Portugal: Assembleia nacional da comunidade Emanuel; curso de formadores promovido pela CRIP; O Passado do presente com D. Manuel Clemente

https://www.youtube.com/watch?v=9tidf-8rCvQ

Papa: Famílias, jovens e intelectuais são destinatários prioritários do anúncio cristão

Cidade do Vaticano, 03 Fev (Ecclesia) – O Papa afirmou hoje que a “urgência” do anúncio cristão se sente “particularmente” nas famílias, “frequentemente fragmentadas”, e também nos jovens e ambientes intelectuais.

As palavras de Bento XVI, publicadas pela Sala de Imprensa da Santa Sé, foram proferidas no Vaticano, durante a audiência a uma delegação da Comunidade Emanuel, organização católica envolvida na fundação da Fidesco, entidade que recruta, forma e envia voluntários para países do hemisfério Sul.

Bento XVI pediu à Comunidade Emanuel (nome que significa “Deus connosco”) para “prestar atenção às pessoas que regressam à Igreja e que não beneficiaram de uma catequese profunda”.

No seu discurso, o Papa recordou que se aproxima a data dos 40 anos de fundação da Comunidade, as três décadas de serviço da Fidesco nas regiões mais pobres e vinte anos do reconhecimento do seu estatuto pelo Conselho Pontifício para os Leigos.

A Comunidade Emanuel refere que conta com mais de oito mil membros, estando presente em 57 países através de casais, pessoas solteiras, padres, seminaristas e leigos consagrados no celibato.

Em Portugal, a Comunidade Emanuel propõe cursos e tempos de oração em Lisboa e Coimbra, cidade onde a 12 e 13 de Fevereiro realiza uma assembleia nacional dedicada ao tema ‘Evangelizar! Como? Porquê?’

Criada em Paris no ano de 1972, a Comunidade está a assinalar o 20.º aniversário da morte do seu fundador, Pierre Goursat, cuja causa de beatificação abriu o ano passado.

O rito da beatificação ocorre quando a Igreja Católica propõe uma pessoa como modelo de vida e intercessor junto de Deus, ao mesmo tempo que autoriza o seu culto público, normalmente em âmbito restrito (país ou congregação religiosa).

Actualizada em 4/2/2011

RM

Evangelizar! Como? Porquê?

Lisboa, 19 Jan (Ecclesia) – A Assembleia Nacional da Comunidade Emanuel, com tema «Evangelizar! Como? Porquê?», será em Coimbra (Hotel D. Inês) nos dias 12 e 13 de Fevereiro.

Segundo o site da diocese de Coimbra, esta “jornada de evangelização” conta com a presença de Jean-Luc Moens, da Comunidade Emanuel e membro do Conselho Pontifício «Cor Unum» que falará sobre “A missão suprema da Igreja”.

“Trata-se de uma oportunidade para todos os que vivem o sentido da responsabilidade da caminhada em Igreja de se formarem como evangelizadores, cada vez mais atentos às necessidades daqueles que nos rodeiam” – lê-se no site.

Para inscrições ou informações complementares contactar: Comunidade Emanuel pelo telefone 249 533 609 ou cemanuel@mail.telepac.pt

LFS

Cursos Alpha na Diocese de Coimbra

Em diferentes paróquias da diocese de Coimbra já recomeçaram os segundos Cursos Alpha no presente Ano Pastoral. Mais de quatro centenas de pessoas já estão a participar nos cursos que já principiaram, prevendo-se um aumento considerável com o início deste método de evangelização noutras paróquias.

Cantanhede, Ançã, Ansião, Santa Clara de Coimbra, S. Paulo de Frades, Eiras, Lousã, Carapinheira, Febres e na nova paróquia de São João Baptista, em Coimbra, os Cursos Alpha já mobilizam centenas de interessados em participar nas sessões deste “renovado instrumento de evangelização”.

O Curso Alpha “é uma excelente oportunidade para a evangelização dos tempos modernos na Europa”, diz o padre Jorge Santos, coordenador do “Alpha Porutugal”, explicando que “é preciso propor a fé de um modo novo, com dinamismos e métodos diferentes que têm surgido na Igreja e estão pensados para a situação do mundo de hoje”. “Sendo um processo de evangelização, já com presença em mais de cem países – e numa expressão querigmática – isto é, de primeiro anúncio de Jesus Cristo – o curso Alpha lança as bases de adesão à Pessoa de Jesus Cristo numa consciencialização daquilo que é ser, de facto, cristão… em Igreja”, sublinha o sacerdote.

Nascidos em Inglaterra, os Cursos Alpha arrancaram, em Portugal, na diocese de Coimbra, a 25 de Janeiro de 2000, dia da conversão de Paulo, dinamizados pelo P. Jorge Santos, com o apoio da Comunidade Emanuel. Implementado em dezenas de paróquias das dioceses de Vila Real, Viseu, Leiria, Santarém, Lisboa e Setúbal, o Secretariado Nacional pretende dar uma maior visibilidade ao curso Alpha, como instrumento de renovada evangelização e mobilizar outras comunidades cristãs.

Realçando que “apesar do Evangelho ser sempre o mesmo ontem, hoje e sempre, é necessário encontrar-se um método que nos ajude a transmiti-lo”, o sacerdote defende que “o Curso Alpha é isso mesmo: um novo instrumento para mostrar às pessoas o quanto têm sede de Deus”.

E explica: “Muitos dos participantes do curso Alpha estão a descobrir novos e marcantes sinais de Deus nas suas vidas e, numa dinâmica de interpelação e de testemunho, sentem que precisam de crescer tanto na dimensão pessoal como familiar e paroquial da sua fé católica”, acrescentando “estou convicto, por isso, que até se deu uma ‘conversão’ à prática mais habitual da fé e, noutros casos, se dá mesmo uma descoberta de um outro rosto de Igreja”.

Página 1 de 41234