Igreja/Ciência: Papa alerta para limites éticos no desenvolvimento tecnológico

Cidade do Vaticano, 19 nov 2017 (Ecclesia) – O Papa alertou este sábado para a necessidade de respeitar os limites éticos no desenvolvimento tecnológico, para que este mantenha o bem do ser humano como prioridade.

“Nem tudo o que é tecnicamente possível é eticamente aceitável”, sustentou, ao falar perante os 83 participantes na Assembleia Plenária do Conselho Pontifício para a Cultura, que se realizou na Cúria dos Jesuítas, em Roma, sobre o tema ‘Futuro da humanidade: novos desafios para a antropologia’.

Francisco destacou que o progresso científico e tecnológico deve servir “para o bem de toda a humanidade” e que os seus benefícios não podem ser uma vantagem “apenas para poucos”.

“Deve evitar-se que no futuro haja novas desigualdades, que aumentem o abismo entre ricos e pobres, apelou.

O Papa sublinhou no seu discurso a centralidade de uma compreensão antropológica do desenvolvimento da ciência e da técnica.

“Devemos expressar a nossa gratidão aos homens e mulheres do mundo da ciência pelos seus esforços e compromisso em favor da humanidade. A ciência e a tecnologia ajudaram-nos a aprofundar os confins do conhecimento da natureza e, sobretudo, do ser humano. É preciso superar a trágica divisão entre a cultura humana e a científica”, pediu.

O discurso abordou três temas – “medicina e genética”, “neurociências” e “máquinas autónomas e pensantes” – que colocam a sociedade perante a ideia do nascimento de um novo ser humano, “superior” ao que existiu até agora.

“A Igreja, que segue com atenção as alegrias e as esperanças, as angústias e os medos dos homens do nosso tempo, pretende colocar a pessoa humana e as questões, que lhe são concernentes, ao centro das suas reflexões”, assinalou o Papa.

Francisco concluiu o seu discurso afirmando que a ciência, como qualquer outra atividade humana, sabe que tem que respeitar “limites” para o bem da humanidade e precisa de um “sentido de responsabilidade ética”.

OC

Igreja/Ciência: Estudar a reabilitação cognitiva da terceira idade

Covilhã, Guarda, 03 out 2013 (Ecclesia) – A Fundação de São João de Deus e a Universidade da Beira Interior (Covilhã) organizam, hoje e amanhã, uma conferência sobre «Ativa Mente no Envelhecimento».

Esta iniciativa a concretizar no auditório da Faculdade de Ciências da Saúde da referida instituição universitária pretende “promover a reflexão e a investigação no âmbito da estimulação e reabilitação cognitiva em áreas como o envelhecimento e as demências”, realça o programa desta atividade.

“A transmissão de conhecimentos e atualização de profissionais a divulgação de novas abordagens e a sensibilização da comunidade” é outro dos objetivos do colóquio.

LFS

Igreja/Ciência: Tese de doutoramento sobre «O Pensamento Bioético de Daniel Serrão»

Porto, 08 fev 2012 (Ecclesia) – O teólogo, Carlos Costa Gomes, apresenta hoje as provas públicas de doutoramento, na Universidade Católica Portuguesa – Porto, com a tese “O Pensamento Bioético de Daniel Serrão”.

O trabalho académico “alude a um diálogo prático entre a ação e reflexão a partir de um pensamento triádico fundamentado numa estrutura triangular circular entre a fé, a ética e a ciência, que converge para a novidade do pensamento serroniano num personalismo médico”, refere um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

A arguição será feita pelos professores Roberto Andorno, do Institute of Biomedical Ethics, University of Zurich, e Jorge Soares, da Faculdade de Medicina de Lisboa e integram ainda o júri os Professores Doutores Walter Friedrich Osswald, Michel Marie Joseph Renaud, José Henriques Silveira de Brito e Ana Sofia Carvalho.

Preside ao ato o reitor da Universidade Católica Portuguesa, Manuel Braga da Cruz.

LFS

Igreja/Ciência: Homenagem ao padre Luis Archer

Porto, 19 Jan 2012 (Ecclesia) – O introdutor da Genética Molecular e da Bioética em Portugal, padre Luis Archer, vai ser homenageado na Universidade Católica Portuguesa (UCP) – Porto, com um ciclo de conferências que começa hoje.

O ciclo – promovido pelo Instituto de Bioética da UCP – tem mais duas conferências (26 janeiro e 8 de fevereiro) e decorre no Campus Foz daquela instituição de ensino com “grandes figuras da Bioética Internacional”, lê-se no site da UCP.

O padre jesuíta e cientista português Luís Archer faleceu a 8 de outubro de 2011 com 85 anos em Lisboa.

Programa:
19 de janeiro
«Bioética e a Companhia de Jesus» – Jorge José Ferrer, doutor em Teologia Moral, catedrático do Departamento de Humanidades da Universidad de Puerto Rico en Mayagüez, Puerto Rico

26 de janeiro
«La autonomía a debate» – Diego Gracia, psiquiatra e professor de História da Medicina e Bioética e Diretor de pós-graduação da disciplina na Complutense Universidade de Madrid e do Instituto de Bioética da Fundação para Ciências em Saúde

8 de fevereiro
«Natureza humana, direitos humanos e direito internacional na era da biotecnologia» – Roberto Andorno, Senior Research Fellow na Faculdade de Direito da Universidade de Zurique

LFS

Igreja/Ciência: Médicos Católicos de Portalegre promovem conferência sobre «A procriação medicamente assistida»

Portalegre, 18 nov 2011 (Ecclesia) – A Associação de Médicos Católicos Portugueses, através do Núcleo diocesano de Portalegre-Castelo Branco, realiza hoje, em Castelo Branco, uma conferência sobre procriação medicamente assistida.

Agostinho Almeida Santos será o preletor desta conferência, a decorrer no Hotel Colina do Castelo, e trata-se “da primeira iniciativa pública do núcleo de médicos católicos da diocese”, desde a sua homologação por D. Antonino Dias, refere o site da Igreja Católica em Portalegre.

Faz parte dos objetivos da associação a preparação espiritual e cultural dos seus associados, e a promoção da reflexão cristã sobre os problemas éticos, morais e deontológicos, relacionados com a profissão médica.

Está ainda subjacente a humanização da medicina, a evangelização das pessoas ligadas ao setor da saúde e promover a qualidade e a dignidade de vida do homem (doente), num ambiente de solidariedade humana e de fraternidade cristã.

LFS

Igreja/Ciência: O que tem a ver Deus com a Universidade

Lisboa, 27 out 2011 (Ecclesia) – O núcleo católico da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa organiza, hoje, uma conferência sobre «O que tem a ver Deus com a Universidade – O contributo de J. H. Newman».

A preleção é proferida por Luis Miguel Hernández e decorre no auditório 002 da referida Faculdade.

Como a universidade é “um lugar de ideias”, o núcleo católico daquela Faculdade propõe um ciclo de conferências – a realizar mensalmente – sobre “temas relacionados com Deus, a vida universitária e as humanidades”, sublinha um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

LFS