Igreja/Estado: Presidente da República recebe União das Misericórdias Portuguesas

Lisboa, 22 dez 2016 (Ecclesia) – O Presidente da União das Misericórdias Portuguesas (UMP), Manuel de Lemos, vai ser recebido, esta sexta-feira, em audiência pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa.

Numa nota enviada à Agência ECCLESIA refere-se que o encontro vai ser às 17:00, no Palácio de Belém, em Lisboa.

LFS

Igreja/Estado: Santa Sé e República do Vietname reunidas no Vaticano

Cidade do Vaticano, 24 out 2016 (Ecclesia) – Um grupo de trabalho com representantes da Santa Sé e da República do Vietname estão reunidos no seu sexto encontro para desenvolver e aprofundar as relações bilaterais, até esta quarta-feira, no Vaticano.

A reunião hoje e a delegação da Santa Sé é chefiada pelo subsecretário das Relações com os Estados, monsenhor Antoine Camilleri; os representantes do Vietname têm como responsável o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Bui Thanh Son.

A Rádio Vaticano recorda que o quinto e último encontro bilateral se realizou na capital vietnamita, Hanói, em setembro de 2014; num comunicado conjunto, a Igreja Católica referiu que apreciou o apoio a “todos os níveis pelas autoridades competentes” do país asiático para o desenvolvimento de sua missão, evidenciando, as “políticas religiosas contempladas na emenda Constitucional de 2013”.

Já em janeiro de 2015, o prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos em visita pastoral pelos 400 anos de evangelização do Vietname encontrou-se com as diversas realidades da Igreja local, que “representa quase 10% da população”, e observou “uma Igreja muito viva”.

O cardeal Fernando Filoni esteve também com as autoridades vietnamitas e reiterou que “o diálogo é elemento fundamental para a compreensão recíproca”, mas deve haver também “estima”.

“A Igreja tem um profundo afeto, um profundo amor pelo povo vietnamita, em particular por sua comunidade cristã. Creio ter colhido elementos positivos que reforçam aquele diálogo que já existe e que esperamos, naturalmente, possa progredir mais ainda”, desenvolveu o cardeal italiano em 2015, relembra ainda a emissora pontifícia.

CB