Igreja/Música: «Façam barulho» é o novo CD Verbum Dei

Lisboa, 29 nov 2017 (Ecclesia) – O novo CD Verbum Dei vai ser lançado dia 08 de dezembro, no salão da Paróquia do Campo Grande (Lisboa), e tem como título «Façam barulho».

O título deste projeto musical foi tirado do discurso do Papa Francisco nas Jornadas Mundiais da Juventude no Rio de Janeiro (Brasil), disse à Agência ECCLESIA, Paula Jordão, membro da Verbum Dei.

O CD tem doze músicas de cariz jovem, “fruto de experiências de oração”, e o estilo musical é direcionado para a juventude.

No lançamento do CD, dia 08 de dezembro, às 21h30, naquela paróquia de Lisboa realiza-se também uma vigília concerto.

LFS

Aplicação DOCAT – Emissão 26-09-2017

Mm milhão a trabalhar para que o sonho do papa Francisco se realize tornando a Doutrina Social da Igreja em movimento. É daqui que parte a proposta da aplicação DOCAT. Esta aposta interativa de um dos livros da coleção Youcat foi lançada nas Jornadas Mundiais da Juventude, na Polónia, em 2016, mas nem por isso abrandou o pedido de descarregamento da aplicação.
Uma estrutura simples e direta, apresentando uma interligação com os restantes livros da coleção Youcat e a integração com as redes sociais são uma aposta para tornar a aplicação DOCAT um sucesso.
Conversamos esta noite com o coordenador em Portugal da coleção Youcat o padre José André Ferreira.

Para além de Fátima

Szymon Gatlik é responsável de marketing na área do turismo da Câmara de Cracóvia, na Polónia, especialista no produto religioso. Assumiu, entre outros projetos, a coordenação das Jornadas Mundiais da Juventude de 2016, na cidade polaca, e a preparação do Plano de Turismo Religioso em Cracóvia até 2020.

Por estes dias, teve oportunidade de visitar pela primeira vez Fátima, no âmbito de um workshop internacional sobre Turismo Religioso, e de falar um pouco sobre essa experiência à Agência ECCLESIA.

Aquele responsável destaca um espaço “excelente”, em termos de oferta turística, desde ‘o santuário aos museus’ passando pelos espaços envolventes que teve oportunidade de explorar de forma diferente, enquanto fazia o seu ‘jogging’ matinal.

Sendo um homem ligado a uma cidade com um grande património religioso, que inclusivamente nos últimos 40 anos recebeu a visita de um Papa por 9 vezes (João Paulo II, Bento XVI e Francisco) deixou a sua visão acerca de Fátima, no âmbito de dois grandes acontecimentos que se avizinham, ambos em maio deste ano:

A comemoração do Centenário das Aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria (1917 – 2017), e a participação do Papa Francisco nas festividades, nos dias 12 e 13 de maio.

 Para Szymon Gatlik, um dos pontos principais que deverão nortear a oferta turística de qualquer santuário ou local religioso de referência é que “o produto base”, ou seja, o acontecimento que está na origem do santuário “tem de manter-se”; no entanto, “é sempre possível desenvolver mais esse produto”.

O especialista em turismo religioso dá como exemplo os espaços museológicos existentes em Fátima, desde o Museu do Santuário ao Museu Interativo sobre o Milagre de Fátima, ou ainda o Museu de Cera e o Museu de Arte Sacra e Etnologia, dos Missionários da Consolata.

Espaços ‘fantásticos’ e com “muito potencial”, que podem perfeitamente “ser propostos aos visitantes no mesmo “pacote” do santuário, e fazer assim com que eles fiquem não um dia mas “dois ou três”.

Outra questão a ter em conta é completar essa oferta com outras propostas, não propriamente dentro do âmbito religioso.

E neste caso há essa possibilidade, pois perto do santuário estão monumentos como “o Castelo de Ourém, a própria cidade medieval de Ourém” e há ainda a ter em conta “a proximidade com o mar, com a costa”, apontou Szymon Gatlik.

“Por isso acredito que é possível prolongar a estadia dos visitantes aqui durante vários dias, mesmo até a uma semana”, concluiu. 

Media: PAULUS Editora realiza vídeos de um minuto dedicados à Doutrina Social da Igreja

Lisboa, 01 mar 2017 (Ecclesia) –  A PAULUS Editora aproveitou o início da Quarema para lançar a nova temporada do ‘Minuto YOUCAT’ dedicada ao DOCAT que apresenta a Doutrina Social da Igreja (DSI) numa “linguagem jovem, acessível e dinâmica”.

“Porque é que a Igreja tem uma Doutrina Social?” é a pergunta a que o padre paulista José Carlos Nunes responde no primeiro vídeo da coleção ‘Minuto DOCAT’, divulgado hoje.

No comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, a PAULUS Editora informa que “todas as semanas” vão responder a uma nova pergunta que é difundida nas redes sociais e está disponível também na sua página online em paulus.pt/youcat.

A equipa da nova série de vídeos conta com pessoas novas como o professor de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) Bento Oliveira, a catequista Diana Prudêncio, e o diretor do Sector da Catequese de Lisboa, o padre Tiago Neto.

Para além do padre José Carlos Nunes a editora católica já contava com o também padre Paulista José André Ferreira, com Joana Veigas, Julie Rodrigues e Paulo Paiva, licenciados em Teologia e professores de EMRC.

De recordar que a DSI para jovens – DOCAT – foi apresentado durante as Jornadas Mundiais da Juventude 2016, em Cracóvia, na Polónia.

O “sonho” do Papa Francisco é ter um milhão de jovens a aplicar a Doutrina Social da Igreja em todo o mundo e escreveu no prefácio da obra: “Eu espero que um milhão de jovens, mais ainda, que uma geração inteira seja, para os seus contemporâneos, uma doutrina social em movimento”.

CB/OC

Página 1 de 3812345...102030...última »