Bragança: Conservatório de Música e Dança aposta em ciclo de formação na região

Bragança: Conservatório de Música e Dança aposta em ciclo de formação na região

Bragança, 14 mai 2018 (Ecclesia) – O Conservatório de Música e Dança de Bragança vai promover entre 27 de junho e 01 de julho o VI Ciclo de Música Sacra na região.

A iniciativa é destinada a quem está ligado nas paróquias à música litúrgica e pretende ir ao encontro da “necessidade de formação permanente” que existe “ao nível da liturgia”, refere um comunicado do organismo, enviado hoje à Agência ECCLESIA.

De acordo com a mesma fonte, “este ciclo pretende colmatar as lacunas existentes através de disciplinas práticas e teóricas”, com o contributo de “docentes preparados e dispostos a ajudar os alunos, independentemente do nível da formação musical dos mesmos”.

Na lista de formadores constam nomes como Cornélio Vianey da Cruz, na área da Técnica Vocal; também Pedro Monteiro (Direção Musical); Alberto Medina de Seiça (Canto Gregoriano); e Tadeu Filipe (Órgão Litúrgico).

As inscrições já estão abertas e qualquer informação adicional poderá ser obtida através do endereço: conservatoriobraganca@hotmail.com.

JCP

Bragança-Miranda: Conservatório dinamiza Ciclo de Música Sacra

Bragança, 06 set 2017 (Ecclesia) – O Conservatório de Música e Dança Bragança promove o Ciclo de Música Sacra, para quem nas paróquias está ligado à música litúrgica ou pretende iniciar uma formação específica, entre hoje e 10 de setembro.

“Persiste a necessidade de uma formação permanente nesta área de estudo e este ciclo pretende colmatar algumas dessas lacunas através de disciplinas práticas e teóricas sob a observação de docentes preparados e dispostos a ajudar os alunos independentemente da sua formação musical”, explica um comunicado enviado pelo Secretariado da Liturgia de Bragança-Miranda à Agência ECCLESIA.

O Conservatório de Música e Dança Bragança espera a participação ativa dos elementos corais, diretores de coro e organistas e de quem pretende “iniciar uma formação específica” em música sacra.

Hoje, o reitor da igreja da Lapa (Porto) e mestre-capela da Sé do Porto, o cónego António Ferreira dos Santos, vai apresentar uma conferência na cerimónia de abertura, pelas 18h00, no Seminário de São José, em Bragança.

Destaca-se também a colaboração na Direção Coral do diretor da Pós-Graduação em Música Sacra, da Escola das Artes, da Universidade Católica Portuguesa – Porto, Pedro Monteiro; no Canto Gregoriano a presença do ex-diretor do Serviço de Música do Santuário de Fátima, Alberto Medina de Seiça.

No programa do quinto Ciclo de Música Sacra de Bragança consta ainda uma apresentação pública das diversas classes e a formação termina com uma Eucaristia no dia 10 de setembro.

CB

Fátima: Santuário recebe Coro Capella Duriensis num concerto de música sacra

Fátima, 01 set 2017 (Ecclesia) – O Santuário de Fátima vai promover um concerto de música sacra com o Coro Capella Duriensis a partir das 15h30, do dia 10 de setembro, na Basílica Nossa Senhora do Rosário.

‘A Virgem Maria na Tradição da Polifonia Ocidental’ é o tema do concerto inserido no programa do Ciclo de Música Sacra que se realiza no âmbito do Centenário das Aparições.

O santuário mariano explica que o concerto vai oferecer aos peregrinos uma “evocação de memórias e tradições” do papel de Maria na História da Salvação e na História da Igreja, na expressão da polifonia.

O espetáculo no dia 10 de setembro, na Basílica Nossa Senhora do Rosário, é de entrada livre e começa às 15h30.

No seu sítio na internet, o Santuário de Fátima informa que o coro Capella Duriensis apresenta-se como “embaixador internacional da música sacra portuguesa”.

Desde 2012, que em concertos “combinam e simultaneamente, contrapõem” obras renascentistas à cappella, com organum medieval, canções populares da Europa Ocidental e Oriental, música sacra da Igreja Ortodoxa Oriental e composições dos séculos XX e XXI.

O santuário destaca ainda que a Capella Duriensis foi distinguida como “maravilhosa embaixadora” da música portuguesa, após uma tournée nas catedrais de Wells e Bristol, no Reino Unido, em 2012.

No próximo mês, no dia 8 de outubro, é a vez do Coro do Santuário de Fátima atuar no Ciclo de Música Sacra num concerto intitulado ‘Ecos de Fátima’, na Basílica Nossa Senhora do Rosário.

CB

Bragança-Miranda: Conservatório dinamiza Ciclo de Música Sacra

Bragança, 28 ago 2017 (Ecclesia) – O Conservatório de Música e Dança Bragança promove o Ciclo de Música Sacra de Bragança para quem nas paróquias está ligado à música litúrgica ou pretende iniciar uma formação específica, entre 6 e 10 de setembro.

“Persiste a necessidade de uma formação permanente nesta área de estudo e este ciclo pretende colmatar algumas dessas lacunas através de disciplinas práticas e teóricas sob a observação de docentes preparados e dispostos a ajudar os alunos independentemente da sua formação musical”, explica um comunicado enviado pelo Secretariado da Liturgia de Bragança-Miranda à Agência ECCLESIA.

O Conservatório de Música e Dança Bragança espera a participação ativa dos elementos corais, diretores de coro e organistas e de quem pretende “iniciar uma formação específica” em música sacra.

No primeiro dia de formação, a 6 de setembro, o reitor da igreja da Lapa (Porto) e mestre-capela da Sé do Porto, o cónego António Ferreira dos Santos, vai apresentar uma conferência na cerimónia de abertura, pelas 18h00, no Seminário de São José, em Bragança.

Destaca-se também a colaboração na Direção Coral do diretor da Pós-Graduação em Música Sacra, da Escola das Artes, da Universidade Católica Portuguesa – Porto, Pedro Monteiro; no Canto Gregoriano a presença do ex-diretor do Serviço de Música do Santuário de Fátima, Alberto Medina de Seiça.

No programa do quinto Ciclo de Música Sacra de Bragança consta ainda uma apresentação pública das diversas classes e a formação termina com uma Eucaristia no dia 10 de setembro.

CB

Lisboa: Escola Diocesana de Música Sacra divulga propostas para novo ano letivo

Lisboa, 08 ago 2017 (Ecclesia) – A Escola Diocesana de Música Sacra (EDMS), do Instituto Diocesano da Formação Cristã do Patriarcado de Lisboa, divulgou os cursos de música sacra disponíveis para o ano letivo 2017-2018 e propõe a realização de umas Jornadas Corais.

A EDMS disponibiliza no novo ano letivo quatro variações do curso de Música Sacra: Coro; de Direção para diretores e maestros; Canto para salmistas e cantores solistas) e ainda a variante Órgão.

A Escola Diocesana de Música Sacra tem também ainda uma oferta destinada a cantores de idade mais avançada no Curso de Música – Seniores, que não tem “limite de idade” e informa que realizou um protocolo de cooperação com a Escola de Música Nossa Senhora do Cabo.

Para o novo ano letivo a escola de música do Patriarcado de Lisboa propõe a realização de umas Jornadas Corais de Música Sacra que vão oferecer aos participantes uma “experiência envolvente de canto coral”, uma oferta para cantores a partir dos 16 anos, em datas ainda a indicar.

O Instituto Diocesano da Formação Cristã é uma instituição religiosa católica ao serviço da formação para a Missão, na Igreja de Lisboa.

CB

Porto: Universidade Católica promove pós-graduação em Música Sacra

Porto, 02 ago 2017 (Ecclesia) – A Escola das Artes e a Faculdade de Teologia, da Universidade Católica Portuguesa (UCP) –Porto, estão a promover uma nova edição da Pós-Graduação em Música Sacra, que tem “início previsto” para o mês de outubro.

Em nota enviada à Agência ECCLESIA, as entidades promotoras da Pós-Graduação em Música Sacra explicam que dos objetivos gerais consta “resgatar” para o mundo universitário a “importância da arte e cultura cristãs”.

“Desenvolver, qualificar e promover” a música da Igreja, bem como “veicular” a música sacra como um dos fundamentos da cultura cristã e entender as diversas formas de ligação entre o “tesouro musical da Igreja” e as necessidades atuais das comunidades, são outros objetivos com a pós-graduação que tem início previsto para outubro no Porto.

“No seio da sua missão, a UCP deseja continuar a gerar, desenvolver e acompanhar o diálogo entre Fé, Cultura, Arte e Ensino”, assinala a instituição de ensino.

A Pós-Graduação em Música Sacra visa desenvolver diversas competências, como “desempenhar adequadamente” as tarefas do ministério da música – canto, órgão, direção de coro – e contribuir para uma “melhoria da qualidade do serviço musical”.

Os alunos vão também conhecer e entender os repertórios do passado e do presente e “entender a liturgia”, conhecendo os ritos e as suas expressões musicais.

Pedro Miguel Pereira Monteiro é o coordenador da formação da Escola das Artes e da Faculdade de Teologia, da Universidade Católica Portuguesa –Porto, em regime pós-laboral.

CB/OC

Fátima: Basílica de Nossa Senhora do Rosário recebe religiosa libanesa em concerto de música sacra

Fátima, 03 jul 2017 (Ecclesia) – A Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima vai receber a 9 de julho a religiosa libanesa Marie Keyrouz e ‘L’Ensemble de la Paix’ para um concerto de música sacra intitulado ‘A Virgem Maria na Tradição Musical das Igrejas Orientais’.

“Integrado no Ciclo de Música Sacra, este concerto permitirá aos peregrinos uma incursão num universo musical dos ritos das Igrejas orientais, graças a uma das mais célebres intérpretes da atualidade, a irmã Marie Keyrouz que, à sua carreira de musicóloga, junta uma dimensão performativa e compositiva”, adianta a página do Santuário de Fátima na internet.

A religiosa é oriunda de uma família maronita católica, pertencente a uma congregação melquita bizantina; canta música oriental cristã, música antiga do Ocidente (ambrosiana, milanesa e gregoriana) e repertório sacro clássico.

A entrada no concerto é livre.

OC

UCP: Revelar o potencial da Música Sacra numa pós-graduação

Porto, 21 jul 2016 (Ecclesia) – A Escola de Artes e a Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa no Porto vão lançar, em setembro, uma nova edição da pós-graduação em Música Sacra.

“Posicionar a Música Sacra como um alicerce da cultura cristã é um dos objetivos do programa”, realça o comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Esta iniciativa tem o propósito de continuar a gerar, desenvolver e acompanhar o diálogo entre a fé, a cultura, a arte e o ensino.

A compreensão das diversas formas de ligação entre o “tesouro musical da Igreja” e as necessidades atuais das comunidades, bem como a “consciencialização do mundo universitário para a importância da arte e cultura cristãs” são outras das principais apostas da formação.

Dirigida a organistas, pianistas e outros instrumentistas, cantores, diretores de coro, teólogos, liturgistas e sacerdotes, o curso destina-se, ainda, a todos os que desejam aprofundar conhecimentos em Música Sacra, ainda que a sua formação de base esteja relacionada com outras áreas.

A coordenação da pós-graduação em Música Sacra está a cargo de Pedro Monteiro,  “único doutorado em teoria e análise de Música Sacra do século XX na Península Ibérica”, lê-se na nota.

LFS

Página 1 de 1512345...10...última »