Bragança: Secretariado Diocesano da Cultura promove exibição do filme «The Heart of a Murderer»

Bragança, 08 nov 2017 (Ecclesia) – O Secretariado da Pastoral da Cultura da Diocese de Bragança-Miranda promove, dia 17 e 18, a exibição filme “The Heart of a Murderer” (Do perdão nasceu a paz), de Catherine McGilvray.

A primeira sessão, 17 de novembro, às 21h, realiza-se no auditório do Instituto Jean Piaget, em Macedo de Cavaleiros e no dia seguinte, à mesma hora, o filme vai ser projetado em Bragança, na Igreja dos Santos Mártires, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

A entrada nas sessões é livre e gratuita e prevê-se um “pequeno debate”, no final das sessões, com a participação da realizadora, de D. José Cordeiro, de membros do clero diocesano, e da Pastoral da Cultura, salienta o comunicado.

Esta iniciativa é uma forma da Diocese de Bragança-Miranda se associar à beatificação da Irmã Rani Maria que foi beatificada no passado dia 04 deste mês, na Índia.

Rani Maria Vattalil, missionária das Irmãs Clarissas Franciscanas, era conhecida pela pregação do Evangelho da caridade e defendia os mais pobres, sobretudo dos poderosos que se apoderavam das suas terras.

Foi assassinada em 1995 por Samundar Sing, um hindu marcado pelo “ódio e a ignorância”, que a golpeou 54 vezes e a abandonou na berma da estrada, em Kerala.

“Condenado a prisão perpétua e abandonado por todos na prisão, Samundar recebe a visita de Swami Sadanand, o padre construtor de paz”, sublinha a nota

“Sentiu receio, mas onde esperava vingança e violência encontra amor. O perdão é-lhe oferecido através de um rito hindu que ele pode compreender – Raki – e do perdão nasce a paz”, acrescenta

Apostada na construção da “paz e reconhecendo este preciosíssimo testemunho de fé, ao serviço do Evangelho e dos mais pobres”, a Diocese de Bragança-Miranda deseja “propagar a sua memória e exemplo de vida”, conclui a nota.

LFS

Igreja/Cultura: Jornadas debatem património contemporâneo na arquitetura

Lisboa, 03 out 2017 (Ecclesia) – A igreja do Sagrado Coração de Jesus, em Lisboa, acolhe hoje uma nova jornada de liturgia, arte e arquitetura, com o tema 'Património Moderno da Igreja'.

O encontro tem início às 10h00 com o pároco local, cónego António Janela; 15 minutos depois, começa o painel «Contextos», moderado pelo diretor do Centro de Estudos de História Religiosa, da Universidade Católica Portuguesa, Paulo Fontes.

“Conceito de Património e sua evolução” (Maria Calado, historiadora, presidente do Centro Nacional de Cultura) e “Igrejas do século XX: classificadas e classificáveis. Balanço comentado” (José Manuel Fernandes, arquiteto, FAUL) são as duas primeiras intervenções, lê-se no programa enviado à Agência ECCLESIA.

Depois do intervalo debate-se a “Responsabilidade pastoral e cultural da Igreja enquanto fiel depositária” (padre António Pedro Boto de Oliveira, Centro Cultural do Patriarcado de Lisboa) e “Intervenção no património: respeito e inovação” (José Aguiar, arquiteto, FAUL).

De tarde inicia-se o segundo painel, “Formas”, moderado por João Paulo Martins, arquiteto e professor da FAUL, com casos de estudo: “Património classificado: Igrejas de Moscavide e do Bairro da Tabaqueira (Rio de Mouro)” (João Alves da Cunha, arquiteto, historiador e membro do Grupo de Arquitetura do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura) e “Património qualificado: Igrejas da Boavista (Porto) e de Negrelos (Santo Tirso)” (João Luís Marques, arquiteto, FAUP).

A mesa redonda continua com “Património ameaçado: Mosteiro de Sassoeiros (Cascais) e Igreja dos Olivais Sul (Lisboa)” (Hugo Casanova, estudante de arquitetura, ISCTE-IUL) e “Património moderno: documentação e conservação. O caso da Igreja do Sagrado Coração de Jesus” (Ana Tostões, arquiteta, presidente do Docomomo Internacional).

O programa prevê também a projeção da curta-metragem “Sagrado” (2014), com argumento e realização de Nuno Grande, centrada na premiada igreja onde decorre a iniciativa e marco do Movimento de Renovação da Arte Religiosa.

O filme inclui entrevistas realizadas no interior da igreja com os seus arquitetos, Nuno Teotónio Pereira e Nuno Portas, e conta com uma peça musical composta propositadamente por José Valente, intitulada "O Renascimento do Sagrado".

Após a projeção, às 18h30, o presidente da Ordem dos Arquitetos, José Manuel Pedreirinho, e o realizador Nuno Grande conversam com o público. O encerramento está agendado para as 19h00, com José Manuel Pedreirinho.

LFS

Porto: Pastoral da Cultura organiza ciclo sobre A voz dos cristãos no mundo contemporâneo

Porto, 11 out 2017 (Ecclesia) – O Secretariado da Pastoral da Cultura da Diocese do Porto está a organizar o ciclo sobre «Desamordaçar o futuro – A voz dos cristãos no mundo contemporâneo».

O segundo encontro realiza-se no dia 10 de novembro, com início às 18:30 e encerramento às 23h00, na Fundação Cupertino de Miranda, Porto, e conta com as participações dos professores universitários, Manuela Silva, padre Anselmo Borges, André Barata e José Rui Teixeira, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

A sessão será moderada pelo professor Joaquim Azevedo, diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral da Cultura.

LFS

Página 1 de 3812345...102030...última »