Diocese de Bragança-Miranda – Pastoral do Turismo – Emissão 29-11-2017

Olhar para a diocese de Bragança Miranda também é olhar para turismo religioso. Este serviço quer fazer brilhar sobre o turismo a luz do Evangelho, potenciar as motivações da fé e a procura do bem e da beleza inscrita no ser humano e contribuir para o desenvolvimento integral do Nordeste Transmontano.

É assim que é descrito este serviço pastoral no seu sítio na internet. Nos próximos minutos ouvimos o bispo diocesano, D. José Cordeiro, que considera o turismo religioso como um desafio.

Media: Renascença distinguida com Prémio PME Líder 2017

Lisboa, 28 nov 2017 (Ecclesia) – A Renascença foi premiada com o estatuto de PME Líder 2017, atribuído pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação da Pequenas e Médias Empresas.

De acordo com um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA, esta distinção pretende representar um reconhecimento público pelo “sucesso da estratégia empresarial e a importância do contributo” da Renascença “para a economia nacional”.

O Prémio PME Líder é um galardão atribuído anualmente pelo IAPMEI, em parceria com a Banca e o Turismo de Portugal.

JCP

 

Sociedade: Secretário-geral da OMT sublinha papel do turismo religioso na construção da paz

Fátima, 24 nov 2017 (Ecclesia) – O secretário-geral da Organização Mundial de Turismo (OMT), Taleb Rifai, disse em Fátima que as viagens motivadas por fins religiosos e culturais têm um forte impacto na pacificação da sociedade.

“Não há nada mais eficaz do que as pessoas se encontrarem, ficar lado a lado, comendo, partilhando histórias, memórias. Isso supera todos os estereótipos, não se podem nutrir sentimentos de ódio ou ressentimento em relação a pessoas que visitamos”, referiu aos jornalistas.

Para Taleb Rifai, “quanto mais as pessoas viajarem, melhor será este mundo”.

O responsável falava no final do Congresso Internacional de Turismo Religioso e Peregrinação, que decorreu até quinta-feira no Centro Pastoral Paulo VI, Fátima.

“Há um poder de nos juntar, como Fátima fez”, acrescentou.

O secretário-geral da OMT sublinhou o crescimento dos números ligados ao turismo religioso, considerando que este não pode ser separado do turismo cultural, por fazer parte da “autenticidade, do caráter” das comunidades visitadas.

“Há algo em comum: todos nós precisamos de uma fé, precisamos de algo em que acreditar. A fé, a necessidade de pertencer a algo, é uma necessidade humana”, precisou Taleb Rifai.

O congresso internacional juntou, durante dois dias, mais de mil pessoas ligadas ao sector.

O presidente da Câmara de Ourém fez um balanço “extremamente positivo” dos trabalhos, durante os quais foi levantada a questão de investir mais em Fátima.

Luís Albuquerque reconheceu que “as acessibilidades em Fátima não são as melhores” e pede “que o Governo se envolva”, reconhecendo o papel que a Cova da Iria assume no turismo nacional.

O autarca disse ainda aos jornalistas que está empenhado em melhorar as relações com o Santuário, ajudando a levar ao maior número de países o nome de Fátima.

Os trabalhos contaram com uma intervenção do reitor do Santuário, padre Carlos Cabecinhas, que apresentou a Cova da Iria como o “mais significativo destino de turismo religioso português”.

HM/OC

Página 1 de 7512345...102030...última »