Portugal: União das Misericórdias celebra protocolo para reabilitação de imóveis do setor social

Lisboa, 29 nov 2017 (Ecclesia) – A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) e a Estrutura de Gestão do Instrumento para a Reabilitação e a Revitalização Urbanas (EG – IFRRU) vão celebrar hoje um protocolo que promove o financiamento de reabilitação de imóveis do setor social.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a UMP explica que pretende “melhorar as respostas sociais” das Misericórdias e restantes entidades do setor solidário, procurando “contribuir para um melhor apoio e uma melhor qualificação da vida da população portuguesa”.

O protocolo com a Estrutura de Gestão visa o financiamento de projetos de “reabilitação física do património imobiliário das Misericórdias, IPSS e Mutualidades”, independentemente do uso ser habitacional ou para atividades económicas ou para equipamentos de utilização coletiva.

A colaboração vai ser firmada hoje no Centro João Paulo II, da União das Misericórdias Portuguesa, em Fátima.

A UMP explica que o IFRRU reúne diversas fontes de financiamento – como fundos europeus do Portugal 2020, Banco Europeu de Investimento, o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa – conjugados com fundos da banca comercial e destina-se a operações de reabilitação e revitalização urbana em todo o território nacional.

Promotora da economia social, a União das Misericórdias Portuguesas contabiliza no território português 387 Misericórdias, algumas com mais de 500 anos, que apoiam diariamente mais de 165 mil pessoas e têm 18 hospitais e 111 unidades de cuidados continuados.

CB/OC

Incêndios: União das Misericórdias Portuguesas reforça donativos para apoio à população

Lisboa, 21 set 2017 (Ecclesia) – A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) anunciou hoje que recebeu novos donativos no valor de 286 mil euros, para “apoio humanitário e social” à população afetada pelos incêndios florestais deste verão.

“Os donativos foram feitos por instituições como o Banco Central do Luxemburgo, Banco Central Europeu, Banco Santander Totta, Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo e diversas empresas privadas para a conta solidária disponível na Caixa Crédito Agrícola Mútuo”, precisa a nota de imprensa enviada à Agência ECCLESIA.

Contemplando os donativos doados anteriormente para a conta solidária na Caixa Económica Montepio Geral, as receitas obtidas com o concerto ‘Juntos por Todos’, realizado no MEO Arena, e um concerto promovido pela Câmara Municipal de Aveiroos donativos recolhidos pela UMP somam um total de 2 097761,49 euros.

A reconstrução de 41 habitações permanentes foi atribuída à parceria da UMP com a Fundação Calouste Gulbenkian, em articulação com o Fundo Revita.

O comunicado informa que já foram concluídas as obras de reconstrução parcial de seis habitações das zonas afetadas pelos incêndios florestais.

Está ainda em curso a reconstrução total de 12 habitações e a reconstrução parcial de 23 habitações, “cinco delas já em fase de obra”.

“Sobre o montante total angariado, a UMP despendeu 192 610,50 euros (no pagamento do IVA e de despesas associadas ao processo, de acordo com o previsto na Lei) e 24 403,76 euros para o apoio às vítimas dos incêndios”, adianta a instituição.

Além das reabilitações, as populações estão a ser apoiadas para aquisição de alfaias agrícolas, refere a UMP.

Todos os donativos angariados no âmbito da campanha de mobilização para apoio humanitário e social à população afetada pelos incêndios florestais, podem ser consultados na plataforma digital “Juntos por Todos”.

OC

Incêndios: União das Misericórdias Portuguesas lança plataforma digital para consulta pública de donativos

Lisboa, 13 set 2017 (Ecclesia) – A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) anunciou hoje o lançamento da plataforma digital ‘Juntos por Todos’ para a consulta pública dos donativos angariados no âmbito da campanha de mobilização após os incêndios deste verão.

Em comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a instituição católica sublinha a ação de “apoio humanitário e social à população afetada” na região centro do país.

“Através da plataforma www.juntosportodos.org, desenvolvida pela empresa F3M, poderão ser consultados de forma totalmente transparente todos os apoios concedidos e os donativos angariados”, acrescenta a UMP.

A informação é complementada com uma área reservada, acessível para os técnicos da UMP envolvidos na gestão deste processo.

A União das Misericórdias Portuguesas angariou donativos no valor de 1,81 milhões euros, que contemplam os donativos doados à conta solidária aberta na Caixa Económica Montepio Geral, as receitas (bilheteira e chamadas de valor acrescentado) obtidas com o concerto “Juntos por Todos”, realizado no MEO Arena, e um concerto promovido pela Câmara Municipal de Aveiro.

Sobre o montante total angariado, a UMP despendeu 192 610,50 euros (no pagamento do IVA e de despesas associadas ao processo, de acordo com o previsto na Lei).

“Num total de 41 habitações permanentes atribuídas à parceria da UMP com a Fundação Calouste Gulbenkian, em articulação com o Fundo Revita, autarquias das regiões afetadas pela catástrofe e outros parceiros, já foram concluídas as obras de reconstrução parcial de cinco habitações das zonas afetadas pelos incêndios florestais”, acrescenta a instituição.

Está ainda em curso a reconstrução total de 12 habitações e a reconstrução parcial de 24 habitações.

“A UMP, juntamente com a Fundação Calouste Gulbenkian, está a trabalhar continuamente em estreita articulação para apoiar todas as famílias afetadas por estes incêndios e evitar a duplicação de apoios”, conclui a nota.

OC

Igreja: União das Misericórdias Portuguesas acolhe imagem Peregrina de Nossa Senhora das Misericórdias

Lisboa, 17 fev 2017 (Ecclesia) – A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) vai celebrar esta segunda-feira, pelas 11h30, a cerimónia de acolhimento da Imagem Peregrina de Nossa Senhora das Misericórdias.

Com Eucaristia presidida pelo padre Vítor Melícias, presidente honorário da UMP, esta iniciativa “encerra a peregrinação da imagem de Nossa Senhora das Misericórdias por todas as Santas Casas do distrito, pela Irmandade de São Roque e pela UMP”, assinala um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

A celebração vai decorrer na igreja das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria, em Lisboa.

Organizada pelo Secretariado Regional de Lisboa da União das Misericórdias Portuguesas, no âmbito do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, a peregrinação teve início em abril 2016.

“Ao longo de quase um ano, a imagem passou pelos diversos equipamentos das Santas Casas e foi recebida com devoção pelos irmãos, utentes e populações das localidades”, refere a nota de imprensa.

A escultura em madeira é da autoria dos Missionários da Consolata, em Itália.

Em setembro de 2016 foi oferecida uma réplica desta imagem ao Papa Francisco, que numa carta enviada agradeceu a oferta e pediu aos irmãos, mesários, utentes e colaboradores das Misericórdias portuguesas que fossem “misericordiosos com quantos vivem e encontram no dia-a-dia”.

OC

Igreja/Estado: Presidente da República recebe União das Misericórdias Portuguesas

Lisboa, 22 dez 2016 (Ecclesia) – O Presidente da União das Misericórdias Portuguesas (UMP), Manuel de Lemos, vai ser recebido, esta sexta-feira, em audiência pelo Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa.

Numa nota enviada à Agência ECCLESIA refere-se que o encontro vai ser às 17:00, no Palácio de Belém, em Lisboa.

LFS

Lisboa: D. Manuel Clemente visita lar da União das Misericórdias Portuguesas

Lisboa, 21 dez 2016 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca de Lisboa visita, esta quinta-feira, o lar dr Virgílio Lopes, na capital portuguesa, da União das Misericórdias Portuguesas (UMP).

Durante esta visita, às 10:30, o D. Manuel Clemente vai presidir à Eucaristia que integra “a celebração do Crisma de alguns utentes e colaboradores que integram este equipamento social da UMP e que pretendam renovar os seus votos de Batismo”, lê-se numa nota enviada à Agência ECCLESIA.

Criado em 1985, o Lar Dr. Virgílio Lopes assegura, entre outros, “assistência médica e de enfermagem, assistência religiosa, tratamento personalizado e cuidados especiais a doentes acamados e semiacamados”, lê-se.

A instituição está estruturada em “pequenas residências para proporcionar aos utentes um ambiente o mais familiar possível”, sublinha a nota.

LFS

Página 1 de 812345...última »