UCP/Porto: Documentário «Um Milagre Todos os Dias» revela dedicação das Irmãzinhas dos Pobres

UCP/Porto: Documentário «Um Milagre Todos os Dias» revela dedicação das Irmãzinhas dos Pobres

Porto, 05 mai 2018 (Ecclesia) – A Universidade Católica Portuguesa (UCP), no núcleo regional do Porto, vai apresentar hoje a longa-metragem de documentário ‘Um Milagre Todos os Dias’, sobre as Irmãzinhas dos Pobres, às 21h30, no Auditório Ilídio Pinho.

Um comunicado enviado à Agência ECCLESIA, por Henrique Manuel Pereira, autor do documentário, informa que ‘Um Milagre Todos os Dias’ é sobre a vida do Lar das Irmãzinhas dos Pobres, na Rua do Pinheiro Manso – Porto.

“Todos os dias ali acontecem milagres ou, de outro modo, sinais do Infinito no tempo”, explica o realizador sobre “uma das instituições mais apreciadas e estimadas da cidade do Porto”.

O professor da Escola de Artes (UCP) apresenta “mais de três dezenas de depoimentos” de residentes e de funcionários, religiosas e voluntários, benfeitores e “personalidades da cultura”.

O comunicado realça que aquando a Implantação da República “graças à cumplicidade da cidade do Porto e arredores”, as Irmãzinhas dos Pobres foram “a única instituição religiosa a permanecer” e continuaram o seu “extraordinário serviço” em favor das pessoas idosas mais desfavorecidas.

Com entrada livre ‘Um milagre todos os dias – Sinais do Infinito no tempo’ foi produzido pela Escola das Artes, da UCP no Porto, e vai ser apresentado este sábado à noite, a partir das 21h30, no Auditório Ilídio Pinho.

A Congregação das Irmãzinhas dos Pobres foi fundada por Santa Joana Jugan (França), e chegaram ao Porto em 1895, onde inauguraram a casa do Pinheiro Manso, em maio de 1900.

CB

Página 1 de 7412345...102030...última »