Comunidade ecuménica sublinha necessidade de promover experiência de «confiança recíproca»

Madrid, 30 dez 2018 (Ecclesia) – A comunidade ecuménica de Taizé anunciou hoje que o próximo Encontro Europeu de Jovens vai decorrer na cidade polaca de Wroclaw, no final de 2019.

A iniciativa de celebração e oração reuniu este ano 15 mil jovens em Madrid, incluindo centenas de portugueses.

O anúncio da próxima cidade-sede, feito pelo prior da comunidade de Taizé, irmão Alois, foi acompanhado pelo arcebispo de Gniezno e primaz da Polónia, D. Wojciech Polak, e o auxiliar de Wroclaw, D. Andrzej Siemieniewski.

“Num momento em que a construção da Europa se depara com grande resistência, em que existem múltiplos desentendimentos entre países, um encontro na Polónia irá oferecer a milhares de jovens a experiência de que a confiança recíproca pode ser construída”, assinala uma nota enviada à Agência ECCLESIA pela comunidade ecuménica.

Este será o terceiro encontro europeu a decorrer em Wroclaw (1989 e 1995) e o quinto na Polónia (Varsóvia, 1999; Poznan, 2009).

O convite à comunidade de Taizé foi feito pelas comunidades católica e luterana, bem como pelo município de Wroclaw.

O encontro anual é parte da “peregrinação de confiança através da terra” promovida pela comunidade ecuménica há 40 anos, com momentos de oração nas paróquias da cidade de acolhimento e reflexão em temas como o diálogo entre povos, a paz, a fé e o compromisso social.

Um dos momentos marcantes é a passagem de ano, num programa que inclui uma vigília de oração pela paz no mundo, seguida por uma “festa dos povos” na paróquia de acolhimento dos vários participantes.

A comunidade de Taizé (França) congrega uma centena de monges, de várias Igrejas cristãs e de mais de 30 países, incluindo Portugal, unidos como “sinal de reconciliação entre os cristãos e os povos separados”.

OC

Partilhar:
Share