Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos

O MMTC – Movimento Mundial de Trabalhadores Cristãos, fundado em 1966, é uma organização internacional católica, vocacionada para a educação, formação e evangelização dos trabalhadores e dos cidadãos mais pobres.

Congrega cerca de 50 movimentos nacionais, dos quatro Continentes: África, Ásia, América e Europa, promovendo entre eles o intercâmbio, a solidariedade, a partilha e a comunhão, de forma a responder aos desafios de cada tempo na procura de soluções justas, fraternas e solidárias para o mundo do trabalho.

Os movimentos nacionais, que o MMTC congrega, dirigem-se a todas as pessoas que vivem do seu trabalho, formal ou informal, na indústria, no comércio, nos serviços e cuidados e inclui ainda camponeses, como acontece em alguns países da América Central e do Sul, bem como da Ásia.

É uma organização não-governamental (ONG), com estatuto consultivo junto de algumas organizações das Nações Unidas (OIT, UNESCO, ECOSOC). E é uma organização católica – reconhecida pela Santa Sé – que valoriza a ação transformadora de cada homem e mulher como meio de evangelização do mundo do trabalho. A sua espiritualidade é alimentada pela Palavra de Deus e pelo Ensino Social da Igreja.

Os movimentos que fazem parte do MMTC promovem a formação contínua ao longo da vida, com o objetivo de gerar solidariedade e compromisso ativo nas mudanças sociais, principalmente as que se encontram mais ligadas ao mundo do trabalho. Nas formações e nas reflexões é sempre utilizado o método da Revisão de Vida Operária; Ver, Julgar e Agir.

Fundamentado no Evangelho e no Ensino Social da Igreja, o MMTC afirma que a dignidade humana é primordial, que todas as pessoas, sem exceção, devem ser a prioridade da política e da economia, recusando-se a aceitar que as trabalhadoras e os trabalhadores sejam vistos meramente sob a perspectiva materialista, mercantilista e descartável.

O trabalho humano é fonte de: vida, doação, criatividade, inclusão, humanização. É condição para a “vida em abundância”, porque o trabalho tem a dimensão pessoal, familiar e social. O trabalho é, por isso mesmo, um direito humano que o MMTC assume e reivindica como factor fundamental de evangelização no mundo do trabalho.

Na última Assembleia Geral – que reúne de quatro em quatro anos – realizada em Ávila, em julho 2017, foi assumida a temática “Terra, Teto e Trabalho para uma vida digna”. Numa mensagem enviada ao MMTC e aos participantes desta AG o papa Francisco expressava a importância deste tema: “…Efetivamente, a dignidade da pessoa está muito unida a estas três realidades, que expressam essa experiência fundamental para o ser humano se sentir arreigado no mundo, numa família, numa sociedade…”. O Papa exorta o MMTC a “…perseverar com renovado impulso nos seus esforços para aproximar o Evangelho ao mundo do trabalho e também para que a voz dos trabalhadores continue a ressoar no seio da Igreja”.

É pelo Evangelho que o MMTC encarna o sofrimento e as angústias, as alegrias e as esperanças do mundo do trabalho. É pelo Evangelho que os militantes do MMTC se comprometem em sindicatos e em associações que lutam pelo trabalho com direitos para todos e pelo bem comum. É pelo Evangelho que os seus militantes assumem viver e testemunhar um estilo de vida mais solidário, fraterno e sustentável, para que todas e todos tenham vez, voz e dignidade na nossa Casa Comum.

Partilhar:
Share