Responsáveis adiantam que Santa Sé vai formular «esclarecimentos necessários»

Cidade do Vaticano, 10 set 2018 (Ecclesia) – O conselho consultivo de cardeais, o chamado ‘C9’, manifestou hoje a sua “plena solidariedade ao Papa, em comunicado divulgado pela Santa Sé.

“[O Conselho de Cardeais] manifestou plena solidariedade ao Papa Francisco perante quanto aconteceu nas últimas semanas, consciente de que no atual debate a Santa Sé vai formular os eventuais e necessários esclarecimentos”, assinala o texto.

Francisco tem recusado comentar as acusações de quem pede a sua renúncia, na sequência de uma carta divulgada pelo núncio apostólico Carlo Maria Viganò, segundo o qual teria protegido o arcebispo emérito de Washington, o ex-cardeal McCarrick.

No início da 26ª reunião do C9, esta manhã, os participantes apresentaram ao Papa a sua proposta para a reforma da Cúria Romana, após cinco anos de atividade.

Os membros do conselho sugeriram ainda uma “reflexão sobre o trabalho, a estrutura e a composição” deste organismo consultivo, com representantes dos cinco continentes, tendo também em conta a idade avançada de alguns dos seus membros.

O C9 saudou o “sucesso” do 9.º Encontro Mundial das Famílias, que decorreu em Dublin, no final de agosto.

A primeira reunião deste conselho de cardeais realizou-se de 1 a 3 de outubro de 2013; os trabalhos da 26ª sessão, presididos pelo Papa, prosseguem até quarta-feira.

OC

Partilhar:
Share