" href="http://www.agencia.ecclesia.pt/portal/vaticano-faleceu-o-cardeal-jean-louis-tauran-o-homem-que-anunciou-o-nome-do-papa-francisco-ao-mundo/feed/" />

Cidade do Vaticano, 12 jul 2018 (Ecclesia) – A Basílica de São Pedro acolheu hoje a celebração das exéquias do cardeal Jean-Louis Tauran, presidente do  Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, que faleceu a 5 de julho, com 75 anos de idade.

A Liturgia foi presidida pelo cardeal Angelo Sodano, Decano do Colégio Cardinalício, juntamente com os cardeais, arcebispos e bispos presentes em Roma, além de familiares do cardeal francês, representantes de outras religiões e Corpo Diplomático.

No final da celebração, o Papa Francisco presidiu o rito da última encomendação e da ‘valedictio’.

O falecido cardeal Tauran, camerlengo da Santa Igreja Romana, anunciou ao mundo o nome do Papa Francisco, após o consistório de março de 2013, na varanda da Basílica de São Pedro.

No telegrama de condolências que enviou à irmã do cardeal francês, o Papa Francisco disse que D. Jean-Louis Tauran “marcou profundamente a vida da Igreja universal”.

“Era um conselheiro ouvido e apreciado, nomeadamente graças às relações de confiança e estima que construiu com o mundo muçulmano”, assinala o texto.

Francisco elogia o “sentido de serviço” e “amor pela Igreja” do falecido cardeal, confessando-se “emocionado” pela forma como este soube “servir corajosamente a Igreja de Cristo até o fim, apesar do peso da doença”.

D. Jean-Louis Tauran nasceu na cidade francesa de Bordéus a 5 de abril de 1943; foi ordenado sacerdote a 20 de setembro de 1969, e entrou depois ao serviço diplomático da Santa Sé, antes de ser nomeado secretário da Congregação para os Bispos e arquivista e bibliotecário do Vaticano (2003-2007).

Cardeal desde 2003, foi secretário do Vaticano para as relações com os Estados, posição na qual se destacou pela oposição à intervenção militar dos EUA no Iraque; desde 2007 era o rosto da Santa Sé para as iniciativas do diálogo entre as religiões, uma missão confiada por Bento XVI que foi confirmada pelo Papa Francisco.

D. Jean-Louis Tauran faleceu nos EUA, onde se encontrava para tratamento à Doença de Parkinson, que o afetou durante vários anos.

OC

Exéquias do cardeal Jean Louis Tauran na Basílica de São Pedro

Na manhã desta quinta-feira, no Altar da Cátedra da Basílica de São Pedro, foram celebradas as exéquias do cardeal Jean-Louis Tauran, que era presidente do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso. A Liturgia De Exéquias foi presidida pelo cardeal Angelo Sodano, Decano do Colégio Cardinalício, junto com os cardeais, arcebispos e bispos. Presentes também familiares do cardeal, fiéis, membros de outras religiões e Corpo Diplomático. Ao final da celebração, o Papa Francisco presidiu o rito da Ultima Commendatio e da Valedictio. (Vídeo sem comentários em português)

Publicado por Vatican News em Quinta-feira, 12 de Julho de 2018

Partilhar:
">Share