Para expressar opinião, é necessário uma inscrição prévia, cujo prazo termina esta sexta-feira, dia 16 de março

Lisboa, 12 mar 2018 (Ecclesia) – A reunião pré-sinodal convocada pelo Papa Francisco vai reunir 315 participantes no Vaticano, entre 19 e 24 de março, mas todos os jovens podem inscrever-se até esta sexta-feira para partilharem ideias e opiniões através da internet.

O Papa Francisco incentivou os jovens a participarem nos trabalhos da reunião pré-sinodal a partir das suas realidades com a partilha de reflexão e ideias, através das páginas www.synod2018.va ou www.facebook.com/synod2018.

Os jovens dos 16 aos 29 anos podem participar num dos grupos linguísticos, o Vaticano criou 15 #hashtags onde vão dar-se a conhecer, e as inscrições terminam esta sexta-feira, dia 16 de março.

A irmã Paula Jordão, Missionária Verbum Dei, considera que se está “a abrir um paradigma diferente de participação na Igreja ao estilo dos jovens” ao “caminhar em tempo real e com as redes sociais”.

“Há uma intuição muito grande porque não sabemos o que pode trazer e pode levar que é abrir uma participação e um sínodo que tem tradição na Igreja”, observou em declarações à Agência ECCLESIA.

Para a religiosa que trabalha com jovens na Paróquia do Campo Grande, em Lisboa, o pré-sínodo com as formas como os jovens o fazem “também abrem caminhos muito grande de evangelização, do Evangelho, de relação”.

“De viver na era que estamos a viver também uma igreja digital”, assinala.

Já o diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil destaca que se vê “o rosto da abertura da parte do sínodo para a realidade juvenil”.

“É olhar para a prática, para aquilo que se faz, aquilo que se vê, para tudo que é a realidade e colocá-la às claras”, acrescenta o padre Filipe Diniz.

“Se a Igreja se fecha é mais um sínodo e convém que este sínodo traga as devidas conclusões perante esta abertura que a Igreja está a fazer, que tragam conclusões assertivas à realidade”, acrescentou.

Neste contexto, a irmã Paula Jordão recorda ainda que o pontífice argentino disse que a Igreja Católica quer colocar-se “à escuta da voz, da sensibilidade, da fé, e também das dúvidas e das criticas dos jovens”.

O Papa Francisco vai abrir a inédita reunião pré-sinodal com jovens de todo o mundo, crentes e não-crentes, na próxima segunda-feira, dia 19 de março.

De Portugal vão participar Joana Serôdio, Rui Teixeira e Tomás Virtuoso que foram indicados, respetivamente, pelo Departamento Nacional da Pastoral Juvenil, pela Conferência Internacional Católica do Escutismo (CICE) e pelo Secretariado Internacional das Equipas de Jovens de Nossa Senhora.

Dos trabalhos vai sair um documento que será entregue ao Papa a 25 de março, Domingo de Ramos e Dia Mundial da Juventude, jornada que este ano é celebrada a nível diocesano.

A reunião é um dos contributos para a assembleia consultiva que se vai realizar entre 3 e 28 de outubro, com representantes dos episcopados católicos no tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’.

PR/CB

Partilhar:
Share