Triplo atentado provocou pelo menos 11 mortos

Cidade do Vaticano, 13 mai 2018 (Ecclesia) – O Papa condenou hoje o “grave ataque” contra três igrejas cristãs na Indonésia, que provocou pelo menos 11 mortos, mostrando-se “particularmente próximo” do seu povo.

Francisco falava no Vaticano, após a recitação do Regina Coeli, lamentando o “grave ataque contra os locais do culto”.

A intervenção deixou uma oração pelas vítimas e seus familiares.

“Invoquemos juntos o Deus da paz, para que faça cessar estas ações violentas” e haja no coração de todos sentimentos de “reconciliação e fraternidade”, em vez de “ódio e violência”, apelou o Papa, que convidou os presentes a rezar em silêncio pelas vítimas dos ataques bombistas suicidas.

As explosões ocorreram em Surabaya, a segunda maior cidade da Indonésia, tendo provocado ainda dezenas de feridos.

Os ataques aconteceram depois de as autoridades indonésias terem posto fim a uma crise de reféns num centro de detenção perto de Jacarta, uma ação reivindicada pelo movimento extremista Estado Islâmico.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, condenou o que qualificou como um “ato bárbaro”.

As autoridades locais adiantam que uma das bombistas se fez acompanhar no ataque por duas crianças.

OC

Partilhar:
Share