Cidade do Vaticano, 20 set 2018 (Ecclesia) – O Papa disse hoje no Vaticano que é necessário enfrentar os problemas da Igreja com humildade, ao receber os religiosos de Santa Maria Imaculada, por ocasião dos 150 anos da morte do seu fundador, o padre Giuseppe Frassinetti.

“É importante que estejam presentes neste processo, sem manias de grandeza, mas com o desejo de fazer todos os possíveis, mantendo no coração a atitude evangélica dos servos inúteis. Não se deixem desencorajar”, referiu aos participantes na audiência.

Os religiosos de Santa Maria Imaculada organizaram um Congresso por ocasião dos 150 anos da morte de Giuseppe Frassinetti.

Francisco manifestou a sua satisfação pela participação de leigos e clero no Congresso, “um dos sinais dos tempos da Igreja de hoje”.

O Papa sublinhou a dimensão educativa e juvenil do carisma transmitido pelo padre Frassinetti.

“Como o seu amigo Dom Bosco, compreendeu o papel estratégico das novas gerações numa sociedade dinâmica e projetada no futuro. Eu exorto-os a amar as novas gerações, a serem companheiros de viagem do seu caminho – às vezes confuso, mas rico de sonhos -, que são também eles parte do chamamento de Deus”, realçou.

OC

Partilhar:
Share