Responsáveis do Norte e do Sul vão reunir-se esta sexta-feira pela primeira vez, em mais de uma década

Cidade do Vaticano, 25 abr 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco deixou hoje no Vaticano um apelo à paz na Península Coreana, numa mensagem dirigida aos responsáveis do Norte e do Sul que se vão reunir esta sexta-feira, pela primeira vez, em mais de uma década.

“A todos os que têm responsabilidades políticas diretas, peço que tenham a coragem da esperança, tornando-se artífices da paz, e exorto-os a prosseguir com confiança o caminho empreendido pelo bem de todos”, declarou, no final da audiência pública semanal que decorreu na Praça de São Pedro.

A Coreia do Norte e a Coreia do Sul vão reunir-se a 27 de abril na zona desmilitarizada de Panmunjeom, numa cimeira centrada na desnuclearização da península.

O Papa declarou que este encontro será “uma ocasião propícia para iniciar um diálogo transparente e um percurso concreto de reconciliação e de fraternidade, a fim de garantir a paz na Península Coreana e no mundo inteiro”.

Francisco disse rezar por todo o povo coreano, a quem assegurou a proximidade de toda a Igreja.

“A Santa Sé acompanha, apoia e encoraja qualquer iniciativa útil e sincera para construir um futuro melhor, marcado pelo encontro e a amizade entre os povos”, concluiu.

Depois deste apelo, o Papa convidou os fiéis na Praça de São Pedro a rezar com ele um Pai-Nosso pela paz.

OC

Partilhar:
Share