Francisco assinala Dia Mundial contra a Escravidão Infantil

Cidade do Vaticano, 16 abr 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco assinalou hoje o Dia Mundial contra a Escravidão Infantil, denunciando a “exploração” de menores.

“Quem cuida dos pequenos está do lado de Deus e vence a cultura do descarte. Libertemos as crianças de todas as formas de exploração”, escreveu, na sua rede social Twitter.

Estima-se que as crianças representem hoje mais de 10% do potencial de mão-de-obra no mundo.

O Dia Mundial contra a Escravidão Infantil assinala-se anualmente a 16 de abri evocando o assassinato de Igbal Masih, um menor de 12 anos, às mãos de uma rede criminosa do Paquistão, por ter denunciado a exploração de menores nas fábricas têxteis do país.

O menino foi vendido pelo seu próprio pai quando tinha quatro anos; quando conseguiu sair da fábrica onde trabalhava, tornou-se um porta-voz do drama das crianças.

O Papa tem denunciado este “flagelo”, que fere a dignidade dos menores e os priva do direito a uma infância tranquila, com educação, amor familiar e escolarização.

OC

Partilhar:
Share