Santa Sé alerta para o impacto do uso do plástico nos oceanos

Cidade do Vaticano, 08 jul 2018 (Ecclesia) – O Papa Francisco associou-se hoje no Vaticano à celebração do Domingo do Mar, na Igreja Católica, evocando situações de “trabalho indigno” e a poluição dos oceanos.

“Deixo uma palavra particular aos que vivem situações de trabalho indigno no mar, bem como aos que se empenham para libertar os mares da poluição”, disse, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do ângelus.

Francisco recordou aos milhares de peregrinos reunidos na Praça de São Pedro que a Igreja Católica celebra hoje um domingo especial, dedicado aos pescadores e aos trabalhadores do mar.

“Rezo por eles e pelas suas famílias, bem como pelos capelães e voluntários do Apostolado do Mar”, declarou.

A mensagem da Santa Sé para esta data, divulgada hoje, recorda os 1,2 milhões de marinheiros  de todo o mundo e de várias religiões, “forçados a viver vários meses no espaço restrito de um navio, separados das suas famílias e seus entes queridos”.

“Com a sua profissão, os marinheiros desenvolvem um papel significativo na nossa economia global ao transportar, de uma parte do globo para o outro, 90% das mercadorias que usamos nas nossas vidas diárias. Portanto, hoje, ao rezar por essas pessoas, onde quer que estejam, queremos expressar nossa gratidão pelo trabalho árduo e cheio de sacrifícios que realizam”.

O Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral manifesta o seu apoio aos esforços feitos pela Organização Marítima Internacional para “prevenir e reduzir significativamente a poluição por plástico” no setor marítimo e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, produzidos por navios, convidando a “implementar regulamentações que imponham o uso de combustíveis mais limpos no mar”.

OC

Partilhar:
Share