Paolo Ruffini é o primeiro leigo a dirigir um «ministério» na Cúria Romana

Cidade do Vaticano, 05 jul 2018 (Ecclesia) – O Papa nomeou hoje o jornalista italiano Paolo Ruffini, de 61 anos, como prefeito do Dicastério para as Comunicações da Santa Sé, organismo criado em 2015 para coordenar os media do Vaticano.

Ruffini, até agora diretor da rede televisiva da Conferência Episcopal Italiana (TV2000) torna-se assim no primeiro leigo a dirigir um “ministério” da Cúria Romana.

Jornalista profissional desde 1979, o novo homem forte das comunicações do Vaticano trabalhou no ‘Messaggero di Roma’, na Radio Rai e na televisão.

A sala de imprensa da Santa Sé sublinha, no comunicado que anuncia a nomeação, que Paolo Ruffini “recebeu diversos prémios de jornalismo e tomou parte em numerosos congressos de estudo sobre o papel dos cristãos na informação, a ética da comunicação e os novos media”.

O padre Ivan Maffeis, subsecretário da Conferência Episcopal Italiana, destaca em comunicado, por sua vez, o papel de Ruffini no crescimento da Tv2000, vendo no novo responsável “um precioso interlocutor para continuar uma colaboração frutuosa ao serviço da missão da Igreja”.

Em junho, o Papa tinha decidido transformar a Secretaria para a Comunicação do Vaticano no novo Dicastério para a Comunicação, reenquadrando o trabalho deste organismo na Cúria Romana com uma maior importância.

A Secretaria para a Comunicação tinha sido instituída pelo Papa Francisco a 27 de junho de 2015 para responder “cada vez melhor às necessidades da missão da Igreja”.

“O contexto atual da comunicação, caracterizada pela presença e desenvolvimento dos media digitais, pelos fatores de convergência e interatividade, requer um repensar o sistema de informação da Santa Sé e uma reorganização rumo a uma integração e gestão unitária”, lê-se na carta apostólica que determinava a mudança.

Em março de 2018, Francisco aceitou a renúncia de monsenhor Dario Edoardo Viganò como prefeito da Secretaria para a Comunicação; o cargo foi ocupado, interinamente, pelo secretário do mesmo organismo, o sacerdote argentino Lucio Adrián Ruiz, antigo responsável pelo serviço de internet do Vaticano.

Os dicastérios são os organismos mais importantes da Cúria Romana, a estrutura central de governo da Igreja Católica a nível mundial.

Em 2016, o Papa nomeou o jornalista norte-americano Greg Burke como diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé e a jornalista espanhola Paloma García Ovejero como vice-diretora.

OC

Partilhar:
Share