Cidade do Vaticano, 12 fev 2018 (Ecclesia) – O Papa recebeu hoje no Vaticano a primeira-ministra do Bangladesh, num encontro marcado pelo apelo por uma solução para a crise dos rohingya, na região.

A sala de imprensa da Santa Sé informa, em comunicado, que Francisco e Sheikh Hasina destacaram o esforço do governo bengalês para “promover a coexistência pacífica entre as diversas comunidades religiosas e em defesa das minorias e dos refugiados”, em particular no acolhimento dos rohingya vindos do vizinho Mianmar.

O pontífice visitou os dois países no final de novembro e início de dezembro de 2017.

A chefe de Governo do Bangladesh encontrou-se ainda com o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, acompanhado pelo subsecretário para as Relações com os Estados, D.Antoine Camilleri.

As duas partes manifestaram o desejo de “uma solução justa e duradoura para o drama” dos rohingya.

A 1 de dezembro do último ano, um grupo de refugiados rohingya que fugiram do Mianmar para o Bangladesh estiveram com o Papa, num encontro inter-religioso pela paz.

OC

Partilhar:
Share