Mensagem a Tawadros II deixa votos de paz para o país

Cidade do Vaticano, 06 jan 2019 (Ecclesia) – O Papa enviou hoje uma mensagem à Igreja copta-ortodoxa do Egito, saudando a dedicação da nova Catedral da Natividade, nos arredores do Cairo.

“Que o Príncipe da Paz conceda ao Egito, ao Médio Oriente e ao mundo inteiro o dom da paz e da prosperidade”, refere a videomensagem, divulgada pelo Vaticano, na véspera da celebração do Natal pelas comunidades coptas.

A nova catedral surge no território da nova capital administrativa do Egito, numa área deserta a cerca de 45 quilómetros a leste do Cairo.

“Queridos irmãos e irmãs, tendes mártires que dão força à vossa fé. Obrigado pelo vosso exemplo”, disse o Papa.

A inauguração da Catedral copta acontece num clima de tensão, após um atentado, este sábado, contra a igreja de Nasr City, no qual morreu um agente policial que tentava desativar um engenho explosivo colocado no templo.

Francisco começa por desejar a todos os cristãos egípcios um “Feliz Natal e Feliz Ano Novo”.

“Com alegria, saúdo-vos a todos na ocasião feliz da dedicação da nova Catedral da Natividade, construída na nova capital administrativa”, assinala.

O Papa dirige-se em particular ao líder da Igreja copta-ortodoxa, o patriarca Tawadros II, “que soube dar um verdadeiro testemunho de fé e caridade mesmo nos momentos mais difíceis”.

O pontífice dirige-se também ao Governo egípcio e ao presidente Abdel Fattah al-Sisi, que vai marcar presença na inauguração do templo cristão.

“Que na nova catedral possa subir o culto agradável a Deus no mais alto do céus e descer a bênção e a paz na terra a todos os homens aos quais que Deus ama”, deseja o Papa Francisco.

Os coptas do Egito têm estado na mira dos terroristas do autoproclamado Estado Islâmico desde 2016, que reivindicou vários ataques contra esta comunidade, que provocaram dezenas de mortes.

A Catedral da Natividade é apresentada como a maior do Médio Oriente e a sua inauguração foi saudada, entre outros, pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

OC

Partilhar:
Share