«Jovens, rapazes e raparigas, vocês não têm preço», disse o Papa Francisco na festa dos padres sinodais com a juventude

Cidade do Vaticano, 06 out 2018 (Ecclesia) – O Papa e os participantes no Sínodo dos Bispos encontraram-se hoje com sete mil jovens, no Vaticano, e Francisco desafiou-os a salvaguardar a própria liberdade sem se deixaram “seduzir” ou colonizar por ideologias que os podem transformar em escravos.

“Por favor, vocês, jovens, rapazes e raparigas, vocês não têm preço. Não sejais mercadoria para um leilão”, disse o Papa na Aula Paulo VI, num encontro entre os jovens e os participantes no Sínodo dos Bispos sobre a Juventude.

“Por favor, não vos deixeis comprar, não vos deixeis seduzir, não vos deixeis escravizar pelas colonizações ideológicas que nos colocam ideias na cabeça e no fim transformam-nos em escravos, dependentes, fracassados na vida”, sublinhou o Papa.

O encontro entre os padres sinodais e os jovens ficou marcado por momentos musicais e pela partilha de testemunhos de alguns participantes, nove dos quais colocaram outras tantas questões ao Papa.

“As respostas vão ser dadas pelos padres sinodais. Porque se eu desse as respostas aqui, anularia o Sínodo”, afirmou o Papa, acrescentando que as respostas às questões dos jovens devem “vir de todos” e sobretudo devem ser “respostas sem medo”.

Nas palavras que dirigiu aos jovens, Francisco desafiou-os a fazer “o próprio caminho”, sempre olhando em frente, em caminho, e não o espelho”.

“Sigam a estrada das bem-aventuranças. Não o caminho da mundanidade, do clericalismo, que é uma das piores perversões da Igreja”, indicou também o Papa.

Francisco referiu-se ainda aos populismos, referindo que significam “fechamento num único modelo.

“O amor é a palavra que abre todas as portas”, acrescentou.

Francisco valorizou também as pessoas mais idosas, falando na importâncias das raízes, e apelou ao “diálogo entre as gerações.

“Falai com os avós, falai com os idosos e isso vos fará felizes, concluiu o Papa.

A 15ª assembleia geral ordinária do Sínodo dos Bispos decorre no Vaticano entre os dias 3 e 28 de outubro, tem por tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’ e reúne 267 representantes dos episcopados católicos, além de especialistas e convidados, entre eles 34 jovens, com idades dos 18 aos 29 anos.

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) está representada pelos presidentes das Comissões que acompanham Pastoral Juvenil e Vocações: D. Joaquim Mendes – bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Comissão Episcopal do Laicado e Família – e D. António Augusto Azevedo – bispo auxiliar do Porto e presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios.

PR

Partilhar:
Share