Representação do nascimento de Jesus e árvore de Natal foram inaugurados esta tarde

Cidade do Vaticano, 07 dez 2018 (Ecclesia) – A Praça de São Pedro vai apresentar neste Natal, aos visitantes e peregrinos de todo o mundo, um presépio inédito, integralmente esculpido em areia, oferta da cidade de Jesolo e do Patriarcado de Veneza, na Itália.

A representação do nascimento de Jesus e a árvore de Natal foram inaugurados hoje, pelas 16h30 de Roma (menos uma em Lisboa).

A obra foi levada a cabo, sob a coordenação de Richard Varano (EUA), por três escultores: Ilya Filimontsev (Rússia), Susanne Ruseler (Holanda) e Rodovan Ziuny (República Checa).

Massimo Ambrosin, responsável pelo projeto “Sand Nativity”, que teve a sua primeira edição em 2002, disse ao portal Vatican News que este é um presépio “no mínimo, original”, com muita atenção a “todos os detalhes”

“O público vai poder ver quanto empenho e quanto amor os artistas colocaram na representação desta cena”, assinalou.

1300 metros cúbicos de areia da praia veneziana foram prensados em caixas para criar os blocos da pirâmide, pesando 700 toneladas; o presépio é um baixo-relevo de 16 metros de comprimento, 5 de altura e 6 de profundidade, com uma área de 25 metros quadrados.

Além do tradicional presépio, a Praça de São Pedro recebeu uma árvore de Natal, oferta da Região Friuli Venezia Giulia e da Diocese de Concordia-Pordenone, no nordeste da Itália; trata-se de um abeto vermelho de cerca de 21 metros de altura, com um diâmetro de 50 centímetros e uma circunferência máxima de cerca de 10 metros na base, proveniente da Floresta de Cansiglio.

A decoração é fornecida e instalada pela Diretoria de Serviços Técnicos do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano, incluindo um sistema de iluminação de última geração, para limitar o impacto ambiental e o consumo de energia.

O Papa recebe hoje em audiência delegações das comunidades que ofereceram o presépio e a árvore.

Os símbolos do Natal na Praça de São Pedro começam a ser desmontados no dia 13 de janeiro de 2019, domingo do Batismo do Senhor e final do tempo de Natal; a árvore vai ser entregue a uma empresa especializada para a reutilização de material de madeira maciça.

OC

Notícia atualizada às 16h50

Partilhar:
Share