Preocupações ambientais presentes no corte de abeto vermelho e nas iluminações natalícias

Cidade do Vaticano, 31 out 2018 (Ecclesia) – A árvore de Natal do Vaticano, doada por uma diocese italiana, e o Presépio da Praça de São Pedro vão ser inauguradas no dia 7 de dezembro, ficando expostos até ao Batismo de Jesus, a 13 de janeiro de 2019.

A Santa Sé informa que natividade vai ser expressão da antiga tradição de esculturas de areia de Jesolo, originária da região italiana das Dolomitas.

O presépio, um baixo-relevo de 16 metros de comprimento – 5 de altura e 6 de profundidade -, vai ser construído numa superfície de cerca de 25 metros quadrados.

Já a árvore de Natal, um abeto vermelho de baixo impacto ambiental, é da “Foresta del Cansiglio”, situada nas províncias de Belluno, Treviso e Pordenone, e vai ser doada pela Diocese de Concordia-Pordenone.

O corte ser feito pelo Corpo Florestal de Pordenone; a árvore vai ter cerca de 21 metros de altura, com um diâmetro de 50 centímetros e uma circunferência máxima de 10 metros na base.

A decoração e a iluminação da árvore de Natal são da responsabilidade da Direção de Serviços Técnicos do Governatorato da Cidade do Vaticano, em colaboração com a empresa Osram, que vai oferecer um sistema de iluminação decorativa de alta qualidade de cor e de última geração, que limita o impacto ambiental e o consumo de energia.

Depois da inauguração, a 7 de dezembro, a árvore e o presépio vão ficar expostos na Praça de São Pedro até ao fim do Tempo de Natal, a Festa do Batismo do Senhor, a 13 de janeiro de 2019.

CB/OC

Partilhar:
Share