«Enovar19» conta com oradores nacionais e internacionais, no auditório do Espaço Vita

Lisboa, 08 fev 2019 (Ecclesia) – O diretor nacional dos Cursos ALPHA afirma que “Cristo continua a falar e a interessar às pessoas”, que têm de entender a linguagem, antecipando o encontro ‘Enovar’ que decorrer entre hoje e este sábado, em Braga.

“Temos de conhecer bem os destinatários, conhecer bem o mundo, a cultura em que vivemos e como dar resposta. Como trazer o Evangelho para a cultura de hoje de tal forma que possa ser compreensível para o homem de hoje”, disse o padre Jorge Santos à Agência ECCLESIA.

O responsável pelo Secretariado Nacional dos Cursos ALPHA admite que é necessário ajustar a linguagem e a forma como se fazem as coisas, para que as pessoas não fiquem “indiferentes”.

O sacerdote realça que no encontro ‘ENOVAR19’ se pretende refletir sobre esse tema e “conduzir os processos”, porque “é preciso liderança para arquitetar essa mudança”.

‘Da paixão à ação’ é o tema geral que vai estar em reflexão no encontro nacional dedicado à liderança à luz da Fé, no auditório do Espaço Vita, da Arquidiocese de Braga.

O também vigário episcopal para a pastoral da Diocese de Coimbra adianta que no ENOVAR’19 os participantes vão ouvir líderes não só do religioso, do mundo pastoral, mas também do mundo civil, da política, de empresas.

“Como lideram grupos, como a fé ajuda a serem líderes que influencia para o bem. Temos grande capacidade, se acreditamos em nós e queremos fazer a diferença. Vamos usar toda a nossa influência para construir algo positivo na história”, desenvolveu.

Segundo o padre Jorge Santos “há muita coisa que não acontece” porque não se aprende a “gerir” ou se definiu “uma visão” para o trabalho que “é muito importante”.

“Ensinar a definir uma visão com objetivos, com planos, com estratégias é muito importante e não tem sido feito na Igreja”, observa.

O programa do ENOVAR’19 inclui a apresentação do livro ‘Renovação Divina’, hoje às 12h50, e o autor, o padre James Mallon, “tem feito um trabalho de mudança extraordinário”.

“Ele ensina-nos como provocou essa mudança nas suas paróquias e tem uma equipa que responde a padres que querem provocar a mudança na sua paróquia”, disse o padre Jorge Santos, adiantando que processo de mudança já está a ser aplicado em paróquias portuguesas, como Barreiro e Braga.

Do programa destaca-se também o ‘Youth Network Party’, um tempo de festa “dedicado” aos jovens, como menos de 35 anos de idade, para “partilha e convivência” (dia 9 às 18h15), com a participação do diretor da Agape Portugal, Pedro Barbosa, e do diretor do Departamento Nacional da Pastoral Juvenil da Igreja Católica, o padre Filipe Diniz.

HM/CB/OC

Partilhar:
Share