«Estamos convocados a escutar a voz e a limpar as lágrimas dos jovens», disse D. José Cordeiro na celebração do Domingo de Ramos

Bragança, 25 mar 2018 (Ecclesia) – O bispo da Diocese de Bragança-Miranda alertou hoje para a desertificação do Nordeste Transmontano e pediu resposta para os jovens, em particular na área do emprego.

“Quantos jovens são obrigados a sair desta cidade, das vilas e das aldeias deste território do Nordeste Transmontano e de todo o interior de Portugal”, advertiu D. José Cordeiro, na homilia da celebração do Domingo de Ramos, a que presidiu na Catedral de Bragança.

O primeiro dia da Semana Santa é também a data escolhida, em 2018, para a celebração da Jornada Mundial da Juventude, nas várias dioceses católicas.

O prelado transmontano recordou que, na última semana, decorreu no Vaticano encontro mundial de jovens, pro iniciativa do Papa, para preparar o próximo Sínodo dos Bispos, que tem como tema ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’.

“A todos os adultos é pedido para levarmos a sério os jovens e para confiar neles, para que a Igreja apoie, eleve, seja mais autêntica e mais aberta aos jovens”, assinalou o bispo de Bragança-Miranda.

“O que faz um jovem que não tem trabalho? Fuga, droga, depressão, marginalização, perda da alegria, do sentido da vida e da dignidade da pessoa humana”, acrescentou.

D. José Cordeiro convidou os presentes a interrogar-se sobre os motivos que levam os jovens a deixar de sonhar, a sentir “medo”.

“Todos e cada um de nós estamos convocados a escutar a voz e a limpar as lágrimas dos jovens e de todos os nossos irmãos e irmãs que mais sofrem”, apelou, evocando os idosos, doentes, presos, deficientes, vítimas de violência doméstica, sem-abrigo, migrantes e jovens à procura de emprego.

A Diocese assinala hoje os 500 anos da Santa Casa da Misericórdia de Bragança e o 5.º Aniversário do Serviço diocesano da Pastoral do Turismo.

Homilia de D. José Cordeiro no Domingo de Ramos na Paixão do Senhor

À entrada para a Eucaristia, vários elementos do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar entregam uma lembrança para que cada fiel lembre o seu Batismo.

O bispo de Bragança-Miranda elogiou o “salutar costume” de entregar os ramos de oliveira benzidos neste Domingo aos padrinhos, vivos ou defuntos, indo mesmo ao cemitério.

Neste Dia Mundial da Juventude, através de um vídeo na sua página pessoal do facebook, D. José convida os jovens dos quatro arciprestados para a celebração do Dia Diocesano da Juventude, este ano na vila de Vimioso, entre os dias 20 e 21 de abril.

OC

Partilhar:
Share