Foi uma visita curta mas considerada histórica se pensarmos nos três dias em que o papa Francisco esteve nos Emirados Árabes Unidos. A convite do xeque Mohammed bin Zayed Al Nahyan, o líder da Igreja católica participou num encontro inter-religioso sobre o tema da ‘Fraternidade humana’ e assinou uma declaração conjunta onde ambas as religiões condenaram o terrorismo e a intolerância religiosa. Francisco teve ainda ocasião de ser o primeiro Papa a celebrar uma eucaristia numa península arábica. São motivos de festa e sinal de uma aproximação que acontece também em Portugal, concretamente numa paróquia, na diocese de Setúbal, através de encontros que procuram colocar a pessoa humana no centro e olhar mais para o que une do que para o que separa.

Partilhar:
Share